Alegria, convívio e desporto marcam o Olympics4All

As Olimpíadas Intergeracionais trouxeram quatro dias de muito desporto e convívio a Vila Nova de Cerveira. A primeira edição do Olympics4All, sob o lema ‘desporto para todos’, reuniu 10 equipas e 20 municípios de Portugal e das respetivas geminações – Espanha e França. No encontro entre diferentes gerações participaram cerca de 300 atletas unânimes na avaliação que fazem da iniciativa inserida na Semana Europeia do Desporto.

Uma “experiência inesquecível” e “para repetir” são as expressões mais utilizadas pelos atletas para descrever o evento que Cerveira recebeu. Para Cândido Malheiro, participante pela equipa Cerveira-Tomiño, as “relações intensas de companheirismo e camaradagem com os outros concelhos” foram a filosofia da primeira edição das Olimpíadas Intergeracionais.

As expetativas dos participantes foram superadas e as perspetivas futuras são muito semelhantes. Cândido Malheiro afirma que “voltaria a participar”. “Partilhamos quatro dias de alegria, desporto, convívio e bem-estar muito positivos para a nossa idade”. Acrescentando que a “competição saudável” esteve presente nas provas das diferentes modalidades desportivas.

O convívio foi o que a participante da equipa de Viana do Castelo-Hendaye, Maria Pereira, mais destacou desta iniciativa. “Agora somos todos como irmãos”, afirma. Para além de unir os participantes na prática de desporto, o Olympics4All contribuiu para fomentar as relações entre os mais jovens e os séniores. Os mais novos afirmam que trabalhar com pessoas mais velhas é benéfico e divertido, desejando chegar à idade dos parceiros de equipa com a energia que estes demonstram.

PUB

Xávi Zamora veio de França e foi um dos jovens a participar nas Olimpíadas Intergeracionais na representação da geminação Viana do Castelo-Hendaye. “Gosto de praticar desporto com várias idades e quis logo participar”, explica. As diferentes línguas maternas não impediram o entendimento entre todos os atletas e a integração nas equipas. O espírito de interajuda também esteve presente e a equipa de Arcos de Valdevez contou com o apoio de Xávi Zamora em algumas das provas.

Os representantes das equipas participantes fazem um balanço positivo da iniciativa, referindo que serão necessários alguns ajustes numa próxima edição. O técnico superior de desporto do Município de Paredes de Coura, Henrique Reis, refere que “é uma iniciativa louvável que pode decorrer todos os anos e com muito interesse para a população mais idosa”. Acrescentando que tratando-se de uma primeira iniciativa “há sempre algumas falhas e arestas a limar”. Maria Fernández, representante de Lobios – equipa geminada com Ponte da Barca -, corrobora a ideia afirmando que “o projeto é interessante” e é “uma ideia para continuar”.

GOSTA DESTE CONTEÚDO?

A vereadora da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira, Aurora Viães, também realça a forma positiva como decorreu o evento realizado no concelho: “Conseguimos alcançar a maior parte dos objetivos com um feedback muito positivo por parte dos participantes e de todas as pessoas que tiveram conhecimento da iniciativa”. Para além do impacto na comunidade, Aurora Viães destaca os “dias de convívio, de partilha de experiências e de interajuda entre jovens e idosos” como aspetos positivos do Olympics4All.

Depois do sucesso da primeira edição, a vereadora cerveirense adianta que já existem dois municípios interessados em encabeçar a iniciativa no próximo ano. 

PUB
PUB
  Partilhar este artigo
Nuvem do Minho
PUB

Junte-se a nós todas as semanas