“Amar, Perdoar e Voltar a Amar” é a concretização de um sonho para Jorge Pereira

Cartaz de apresentação

Jorge Pereira nasceu em Paredes de Coura há quarenta e um anos. Terminou o 12º ano através de um programa de Novas Oportunidades na Eprami de Monção e optou por Valença para ser a sua “casa”. Trabalha numa fábrica na zona industrial de Cornes, em Vila Nova de Cerveira e recentemente acabou por lançar o seu primeiro livro “Amar, Perdoar e Voltar a Amar” inspirado na própria história de vida do escritor.

No passado dia 19 de Setembro, Jorge Pereira apresentou o seu livro no Arquivo Municipal de Valença, numa cerimónia apoiada pela autarquia onde não faltaram amigos e familiares que o apoiaram. Os exemplares da obra esgotaram no dia e o escritor não podia estar mais satisfeito com o resultado do seu trabalho.

O Minho Digital quis conhecer um pouco melhor o Homem por detrás do livro.

Minho Digital (MD) – Onde foi buscar inspiração para escrever o livro “Amar, Perdoar e Voltar a Amar”?

Jorge Pereira (JP) – Para escrever a minha obra inspirei-me em alguns fatos reais da minha vida. O romance entre o Ricardo e a Solange faz parte de um mundo imaginário que eu criei para dar asas à minha imaginação, pois gosto de ouvir histórias e recriá-las à minha maneira. É uma história baseada em fatos reais com um romance fictício

MD – Como conseguiu dedicar tempo à escrita com a sua vida pessoal e profissional e conciliar isso tudo?

GOSTA DESTE CONTEÚDO?

JP – O tempo disponível para a escrita é conseguido geralmente depois de um dia de trabalho e depois de jantar. Como não gosto de deitar nem levantar cedo, por vezes fico dando asas à imaginação até altas horas da madrugada, quando estou inspirado. Passo horas a dar sentido e criatividade aos meus pensamentos para não desiludir ninguém. Quando estou em convívio com familiares e amigos tento sempre criar um ambiente animado proporcionando momentos bem passados.

MD – Contou com o apoio ou incentivo de alguém para levar em frente a publicação do seu livro?

JP – Sempre contei com o apoio da minha esposa e amigos para realizar este meu sonho. Além disso, através do Reiki conheci pessoas que me ajudaram no lançamento do livro, pessoas ligadas ao Arquivo Municipal de Valença.

MD -Contou com a presença de muitos amigos, familiares e conhecidos no arquivo municipal de Valença, na passada sexta-feira, aquando do lançamento do livro?

JP – No dia do lançamento estava casa cheia, uma noite memorável. Amigos, colegas de trabalho, vizinhos, conterrâneos e familiares. Foram muitos os que lá estiveram a darem- me o seu apoio e também foram muitos aqueles que, mais tarde, me pediram desculpas porque não conseguiram lá estar.

MD – Quantos livros já vendeu até ao momento, sabe dar uma cifra?

JP – Para o dia do lançamento do livro foram pedidos 100 exemplares. Vendi-os todos e mais teria vendido se os tivesse pedido.

MD – Para si o que significa a escrita? Como se sente quando escreve?

JP – Para mim a escrita é uma conversa de igual para igual, com alguém que gosta de me ouvir conversar.

MD – Está satisfeito com o resultado do seu livro e o feedback do público?

JP – Foi muito gratificante ter realizado esta obra, é a concretização  de um sonho. As pessoas que já leram o livro adoraram. Fazem muitas perguntas sobre as personagens e questionam certos momentos por elas vividos.

MD – Pretende lançar mais alguma publicação num futuro?

JP – Sim pretendo continuar a escrever e especificamente sobre esta história, já que as pessoas pedem para levar mais longe a vida das personagens do Ricardo e da Solange.

MD – O que gostaria de alcançar com a obra “Amar, Perdoar e Voltar a Amar”?

JP – O desejo de dar a conhecer ao mundo que não ganhamos nada em complicar a vida aos outros e que só o amor faz sentido nesta vida. Falo do amor à família, aos amigos, ao próximo.

MD – Onde é que as pessoas podem comprar o seu livro?

JP – O meu livro está à venda na internet, através da Bertrand, e também está em várias livrarias distribuídas por todo pais e nos países de língua oficial Portuguesa.

Jorge Pereira cumpriu um sonho. Garante que vai levar a sua obra o mais longe possível para que todos conheçam a história de amor e de vida, contada na terceira pessoa. O autor garante que a terra que o viu nascer, a freguesia de Bico em Paredes de Coura, será o próximo destino a realizar uma sessão de apresentação do livro “Amar, Perdoar e Voltar a Amar”. 

 

  Partilhar este artigo
Nuvem do Minho
geral@minhodigital.pt
  Partilhar este artigo

Junte-se a nós todas as semanas