Arcuense Sérgio Gave Fraga desiste das presidenciais

“Chegou a hora de ‘baixar as armas’ nesta luta e admitir que a batalha chegou ao fim, tendo falhado o meu principal objetivo, chegar a candidato às eleições presidenciais de 2016.” A mensagem enviada às redações é uma declaração de desistência do pré-candidato Sérgio Gave Fraga.

“[Fiz tudo para atingir o meu objetivo], mas não consegui e falhei! Falhei por culpa própria, por não ter conseguido convencer pelo menos 7500 pessoas, e, consequentemente, não ter obtido as assinaturas necessárias para ser considerado candidato às eleições presidenciais de 2016”, assume o advogado arcuense.

Na hora do anúncio da desistência, Sérgio Gave Fraga, como “humilde cidadão”, lembra à classe política que os portugueses anseiam por respostas efetivas para combater as desigualdades sociais, a pobreza, a exclusão social e o desemprego.

A “corrida” presidencial acabou, mas Sérgio Gave Fraga promete continuar a lutar em prol dos mais fracos. “Estarei sempre ao lado de todos aqueles que resistem e desejam lutar por um mundo melhor. Por isso, contem comigo! Esta batalha termina aqui, mas a guerra por um mundo mais feliz, bondoso e estável fará sempre parte da minha vida. Nunca irei desistir”, assegura.

PUB

As eleições presidenciais realizam-se a 24 de janeiro de 2016.

 

GOSTA DESTE CONTEÚDO?

 

 

PUB
PUB
  Partilhar este artigo
Nuvem do Minho
geral@minhodigital.pt
  Partilhar este artigo
PUB
📌 Mais dos Arcos
PUB

Junte-se a nós todas as semanas