Autarquia recupera antiga estação da CP

Comunicado de Imprensa
Autarquia recupera antiga estação da CP

O edifício da antiga estação da CP, desativado desde finais da década de oitenta do século passado, vai ser requalificado e adaptado para funcionar como sede da Banda Musical de Monção. A empreitada, avaliada em 322.656,00 € mais imposto, foi adjudicada na última reunião do Executivo Municipal. 

Os trabalhos, que deverão estar concluídos em finais do próximo ano, englobam a requalificação integral dos dois pisos do imóvel, mantendo a volumetria existente e a traça original com intervenções na fachada, cobertura, caixilharias, alpendre, iluminação e passeios. 

 Nesta fase, o investimento será suportado na totalidade pela autarquia monçanense. Futuramente, existe a intenção de candidatar a empreitada ao próximo quadro comunitário de apoio. Aguarda-se a abertura de linhas de financiamento para que tal seja possível.

 No rés-do-chão, localizar-se-ão as áreas mais públicas de utilização geral e administrativa, bar, instalações sanitárias, arrecadação e sala de ensaio geral. No piso superior, cujo acesso será feito pela escadaria exterior, ficarão as salas de ensaio individualizado e a sala de ensamble.

 Para o autarca local, Augusto de Oliveira Domingues, esta deliberação garante cumprimento a uma aspiração de longa data da coletividade monçanense e assegura melhores condições de aprendizagem e aperfeiçoamento musical aos elementos da filarmónica.

 “A nossa banda está num local que não assegura os melhores índices de aprendizagem. Precisa de uma estrutura à altura do seu prestígio. Não podemos esperar mais tempo. Vamos investir com o dinheiro da autarquia e, quando houver possibilidade de candidatura, avançamos nesse sentido” adiantou.

GOSTA DESTE CONTEÚDO?

A requalificação do edifício da antiga estação da CP, inserido numa área com significativo movimento automóvel e pedonal, constitui o ponto de partida de um projeto estruturante para a beneficiação daquele espaço extenso situado à entrada do centro histórico da localidade.   

Presentemente, a filarmónica monçanense, cuja existência remonta a finais do seculo XVIII, ocupa os andares superiores do antigo quartel dos bombeiros voluntários de Monção, espaço disponibilizado pela autarquia monçanense e situado a poucos metros da futura casa.

  Partilhar este artigo
Nuvem do Minho
jornalminhodigital@gmail.com
  Partilhar este artigo

Junte-se a nós todas as semanas