Compre já a nova edição do livro MINHO CONNECTION

Câmara Municipal de Viana do Castelo avança com projeto para conservação dos habitats e da avifauna

A Câmara Municipal de Viana do Castelo está a iniciar um projeto, que irá decorrer durante três anos, focado não só na conservação dos habitats, mas também nas espécies de avifauna que nidificam em Espanha e Portugal, principalmente em áreas de Rede Natura 2000.

O Município é parceiro da Deputação de Pontevedra e da entidade SEO/Bird Life, no desenvolvimento do projeto “Biocosteiro”, alvo de financiamento do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER).

Para além de ações mais concretas de intervenção no território, como a eliminação de espécies invasoras em determinadas áreas, será realizada uma forte campanha de sensibilização e comunicação. Paralelamente, pretende-se criar um modelo de gestão turística responsável e sustentável como forma de minimizar o impacto do Homem em áreas já muito sensíveis.

Avaliando o espaço transfronteiriço, desde Pontevedra até Viana do Castelo, encontra-se uma elevada riqueza patrimonial, cultural, etnográfica, paisagística e ambiental.

PUB

Este território localizado na Rede Ecológica da União Europeia – Rede Natura 2000, onde se verifica um crescente desenvolvimento turístico, partilha espaço com diversas espécies de aves, algumas migratórias, outras em situação de proteção ou catalogadas em perigo, vulnerável ou ameaçadas. O território é ainda marcado pela presença de espécies de flora exóticas invasoras que acabam por colocar em causa a biodiversidade local e transformar os ecossistemas.

Desta forma, o trabalho de proteção e conservação irá desenvolver-se de forma integral, com a colaboração integral entre os setores público e privado, mediante a proposta e desenvolvimento das melhores práticas de conservação e gestão turísticas.

GOSTA DESTE CONTEÚDO?

Em Viana do Castelo, a Divisão de Ambiente e Alterações Climáticas da Câmara Municipal, através do Centro de Monitorização e Interpretação Ambiental (CMIA= e do Gabinete Técnico Florestal, continuarão a desenvolver a proteção do Borrelho-de-coleira-interrompida (Charadrius alexandrinus) e o controlo de vegetação exótica invasora, nomeadamente através da implementação de técnicas aconselhadas para o combate do chorão-das-praias (Carpobrotus edulis) e da acácia-de-espigas (Acacia longifolia), ambas espécies invasoras com grande expressão no território.

Com os desafios que o planeta enfrenta, cada vez com mais expressão, nomeadamente na perda de biodiversidade por vários fatores, com este projeto dá-se ainda cumprimento aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, da Agenda 2030, 11|Cidades e Comunidades sustentáveis, 13|Ação Climática, 14|Proteger a Vida Terrestre e 17|Parcerias para a Implementação dos objetivos.

PUB

 

PUB
  Partilhar este artigo

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

press@maniadigital.pt

  Partilhar

PUB
📌 Mais de Viana
PUB

Junte-se a nós todas as semanas