Caminho Português de Santiago na Rota do Património da Humanidade da Unesco

Comunicado de Imprensa
Mesa da presidência

Consolidar o histórico Caminho Português de Santiago, que passa por Ponte de Lima, promovendo a melhor relação entre Portugal e Espanha, reforçar a sua preservação e solicitar à Unesco, que seja declarado Património da Humanidade, foram as principais conclusões de uma reunião de trabalho, que decorreu na Galiza, e na qual o Municipio de Ponte de Lima participou, juntamente com outros Municípios integrados no Caminho Português de Santiago.

 

O encontro promovido pela Câmara Municipal de Pontevedra e pela Agência de Turismo da Galiza, contou com a presença dos doze Alcaides dos concelhos da provincia de Pontevedra, por onde passa o Caminho, assim como o Presidente da Associação de Amigos do Caminho Português e técnicos da Junta da Galicia e da Institução Provincial.

A rota do Caminho Português de Santiago é a segunda mais utilizada pelos peregrinos que seguem rumo a Santiago de Compostela, contabilizando-se 17% do total de peregrinos que chegam à Galiza, depois do Caminho Francês.

Este número, inevitavelmente, traduz-se num aumento de afluência aos albergues, o que contribui para a economia local.

 

Neste contexto, concluiu-se apresentar uma petição, liderada pelos dois países, à Unesco, para que o Caminho Português seja declarado Património da Humanidade.

Considerando esta gradual afluência de peregrinos, que aumenta de ano para ano, o grupo de trabalho sustentou que é necessário incrementar ações de conservação no caminho, pois cada peregrino poderá ser o melhor embaixador desta rota pelo Mundo. De referir que o Albergue de Peregrinos de Ponte de Lima registou no passado dia 16, para pernoitar, o peregrino 37.000.

No tags for this post.
  Partilhar este artigo
Nuvem do Minho
notadeimprensa@minhodigital.pt
  Partilhar este artigo
📌 Mais do Lima