Cerveira acolhe exposição ‘Estuques e Fingidos do Alto Minho – Formas e Saberes em risco’

A Biblioteca Municipal de Vila Nova de Cerveira inaugura, este sábado, pelas 11h00, uma exposição alusiva à inventariação e estudo dos Estuques e Fingidos. A exposição está inserida no projeto “Os saberes-fazer no Desenvolvimento Regional” que a Associação Cultural de Estudos Regionais (ACER) vem desenvolvendo desde 2009.

Os estuques decorativos e fingidos despoletou uma particular atenção à ACER por constituírem uma arte decorativa com profundas raízes no noroeste do território. Esta arte está pouco divulgada e votada ao abandono em décadas sucessivas, resultando na perda de numerosos espécimes por deterioração, devido à demolição dos imóveis ou pela sua reutilização a novos usos.

Contudo, subsistem exemplares de grande valia, uns restaurados, outros a necessitarem de intervenções de conservação, e um número considerável em situação de degradação acentuada. Durante cerca de três anos, a ACER percorreu a área geográfica integrante do distrito de Viana do Castelo, para proceder ao levantamento e registo fotográfico de estuques decorativos, contando com o apoio concedido por um conjunto de pessoas e entidades.

A exposição ‘Estuques e Fingidos do Alto Minho – Formas e Saberes em risco’ visa, deste modo, dar a conhecer um conjunto de composições em estuque decorativo e fingidos existente no interior de imóveis situados no Alto Minho.

PUB

A exposição ‘Estuques e Fingidos do Alto Minho – Formas e Saberes em risco’ vai estar patente, em Vila Nova de Cerveira, até ao dia 26 de setembro.

PUB
  Partilhar este artigo
Nuvem do Minho
  Partilhar este artigo
PUB
📌 Mais de Cerveira
PUB

Junte-se a nós todas as semanas