Compre já a nova edição do livro MINHO CONNECTION

CM de Monção transfere 1.5 milhões de euros para as freguesias

Comunicado de Imprensa
Estátua Danaide

Valores, distribuídos de acordo com três critérios (igualdade, área e população), constam do plano e orçamento para 2016, visando garantir maior autonomia de gestão às juntas de freguesia e assegurar a concretização de investimentos estruturantes para as populações locais. Aprovado no Executivo Municipal, documento será apreciado e votado na Assembleia Municipal no dia 20 de fevereiro.

O Orçamento e Plano Plurianual de Investimentos para o presente ano, aprovado por maioria em reunião do executivo municipal no passado dia 25 de janeiro e objeto de apreciação e votação na Assembleia Municipal do dia 20 de fevereiro, prevê uma transferência de capital para as 24 juntas de freguesia do concelho no valor global de 1.500.000,00 €.

Os valores disponibilizados a cada freguesia destinam-se a comparticipar a realização de diversas obras que, desta forma, passarão a desenvolver-se sob responsabilidade direta das respetivas juntas. Além da beneficiação da rede viária, deverão ser contempladas intervenções na área social, cultural, desportiva e recreativa.

A transferência destas verbas, que serão efetuadas mensalmente, obedeceu a três critérios. O primeiro, designado como igualdade, representa 35% do valor total, sendo distribuído, de igual forma, pelas 24 freguesias ou uniões, garantindo um mínimo de dotação a qualquer delas, agrupando-as pelas respetivas uniões.

O segundo, designado por área, representa 20 por cento do valor total, sendo distribuído em função da área em quilómetros quadrados de cada freguesia. O terceiro, designado por população, representa 45 por cento do valor total, sendo distribuído em função do número de residentes de cada freguesia determinado pelos Censos 2011.

De acordo com o autarca monçanense, Augusto de Oliveira Domingues, estas verbas visam garantir maior autonomia de gestão às juntas de freguesias”, assegurando “a concretização de investimentos estruturantes para as populações locais”.

GOSTA DESTE CONTEÚDO?

Refira-se que as transferências serão objeto de um protocolo de colaboração entre o Município de Monção e as juntas de freguesia, o qual englobará o montante específico a atribuir, as obras ou projetos em que cada freguesia aplicará as verbas disponibilizadas, a obrigatoriedade de cada freguesia comunicar o início e o termo de cada intervenção e as respetivas garantias de cumprimento.

A par destes apoios por administração direta das freguesias, o município inscreveu no plano para 2016 verbas específicas para a rede viária municipal, saneamento básico e abastecimento de água. Estas empreitadas, desenvolvidas pelo executivo municipal, decorrerão maioritariamente nas freguesias.

 

 

 

 

 

PUB
  Partilhar este artigo
  Partilhar este artigo
PUB
PUB

Junte-se a nós todas as semanas