Consagrada Escritora Paula Teixeira de Queiroz apresenta livro na sua terra natal

Os amantes da Dona Julieta - capa do livro

No próximo dia 14 de Agosto, às 22,00 horas,  decorrerá a apresentação do livro “os Amantes da Dona Julieta” com a presença da autora, Paula Teixeira de Queiroz, na Biblioteca Municipal Tomaz de Figueiredo (entrada pelo Jardim dos Centenários), em Arcos de Valdevez. 

Paula Teixeira de Queiroz (Maria Paula Teixeira de Queiroz de Barros Pinto) nasceu em Arcos de Valdevez e vive em Lisboa. Licenciada em Direito pela Faculdade de Direito de Lisboa, é advogada de profissão. Concluiu o curso de Tradução pelo ISLA-Lisboa e trabalhou com a Apimprensa – Associação Portuguesa de Imprensa – desde 2004 como consultora jurídica para os Assuntos Europeus, representado os editores de jornais e revistas em Bruxelas junto da EMMA – European Magazine Media Association, e ENPA – European Newspaper Publishers Association. Lobbyist na REPER, Comissão Europeia e Parlamento Europeu.

Em 1996 realizou o curso de Desenho com o escultor Sebastião Quintino na Sociedade Nacional de Belas Artes.
Sendo cronista em vários jornais e na rádio, a sua obra literária revela-se de forma mais reconhecida como escritora, contando já com diversos livros publicados: Contos do Destino e do Desatino (2010, Opera Omnia; Contos de Amor e Desamor (2012, Animedições) e A Bruxa de Grade, prémio Aldónio Gomes 2013 instituído pela Universidade de Aveiro (2013, Animedições e Universidade de Aveiro – Departamento de Culturas e Línguas)

PUB

O facto de ser minhota e viver em Lisboa desde os 18 anos dá-lhe conhecimento da tipologia pessoal e territorial, pois está tão à vontade para falar dos minhotos como dos lisboetas.

«O seu trabalho em Bruxelas e contactos com diversos congéneres europeus motivou-a a escrever sobre diversos países e assuntos», conforme revela.

GOSTA DESTE CONTEÚDO?

Bisneta do escritor Francisco Teixeira de Queiroz, “que escreveu das mais belas páginas da literatura portuguesa”, dividindo a sua obra entre Lisboa e o Minho, esta respeitada arcuense é mãe do mãe do Bernardo e da Francisca que «gostam tanto de aventura como ela».

Alguns dos seus livros tiveram apreciações altamente elogiosas por parte de pessoas ligadas ao meio literário e intelectual. Marcelo Rebelo de Sousa entendeu distingui-la numa das suas intervenções na TVI quando na parte final sempre  faz alusão às mais recentes edições, mas também outros académicos enalteceram a sua obra, como por exemplo Oliveira Martins, Mário Cláudio, Artur Anselmo e Miguel Real.

PUB

Sinopse de “Os amantes da Dona Julieta”

A vida conturbada de duas mulheres, vizinhas, que atravessa paredes de granito e que caem face às paixões, à inveja, ao mistério da existência, ao desejo do amor. A Dona Julieta, que nunca mais saiu de casa desde que casou, coleciona amantes improváveis. A Dona Eduarda, apaixonada pelo Golias, o gigante do circo, percorre sem tino as ruas silenciosas da pequena cidade, onde olhos maldosos espreitam e disparam dardos de dúvida e ódio. Um passado obscuro persegue-as, e, no seu emaranhado, arrasta a história de um povo fraco e corrupto.

PUB

Durante a Segunda Guerra Mundial, no cabaré Maxime, em Lisboa, os destinos cruzam-se, enquanto os bombardeamentos arrasam uma Europa exaurida.

De que maneira a filha dum gato e a menina burguesa descendente de negreiros se cruzam, assombradas por uma nuvem justiceira e um rio que morre de ciúmes… Este livro encerra segredos que une as famílias de um conde agiota e de uma judia alemã refugiada, arrastando personagens de sempre, na vida de sempre… 

 

PUB

 

 

PUB
  Partilhar este artigo
Nuvem do Minho
PUB

Junte-se a nós todas as semanas