Coura: concelhia socialista dinamiza JS

Armado Araújo

A concelhia do Partido Socialista de Paredes de Coura está a trabalhar na reactivação da sua estrutura dirigida aos mais jovens. O número de militantes tem aumentado e o surgimento da Juventude socialista é tido como natural pelo presidente do PS courense.

De acordo com Armando Araújo, presidente da concelhia courense, existirão no concelho cerca de 200 militantes com menos de 30 anos, a idade limite para fazer parte da juventude partidária. Número mais que suficiente, explica, para justificar o surgimento da Juventude Socialista em Paredes de Coura. A ideia, aliás, já foi avançada há vários meses, mas só agora parecem estar reunidas as condições para lançar as bases desta estrutura política. Inclusivamente, nas últimas semanas, dirigentes da Federação da Juventude Socialista do alto Minho já estiveram em Paredes de Coura a tratar dos preparativos com a concelhia local.

Ao que o Minho Digital conseguiu apurar, a secção courense da Juventude Socialista deverá ser uma realidade já no início do próximo mês de Fevereiro. Nesta altura a concelhia socialista tem já em mãos o processo de escolha do primeiro líder, “a pessoa ideal para assumir o cargo”, que será como que o presidente da comissão instaladora daquela estrutura.

Um nome que Armando Araújo prefere não revelar para já, adiantando apenas que tudo estará definido na próxima semana. Sabe-se, contudo, que a escolha deverá recair sobre uma pessoa com capacidade de mobilização dos muitos jovens courenses militantes daquele partido. “Terá de ser alguém que se empenhe, que tenha uma relação com os próprios jovens, para que a estrutura não seja criada e desapareça passado uns tempos”, esclarece o líder da concelhia do Partido Socialista que fala na necessidade de os militantes serem também “pessoas activas, que participem e que vivam o partido com entusiasmo”.

PUB

A criação da Juventude Socialista de Paredes de Coura surge numa altura em que foram já eleitos os novos elementos da Federação Distrital da JS do Alto Minho, agora liderada pela vianense Carlota Borges, que foi a quarta da lista socialista candidata às últimas eleições legislativas. Dos órgãos distritais não faz parte nenhum elemento de Paredes de Coura, por não existir JS no concelho à data, mas assim que for formada o seu líder tem lugar inerente nos órgãos dirigentes da Federação.

PUB
  Partilhar este artigo
Nuvem do Minho
  Partilhar este artigo
PUB
📌 Mais do Coura
PUB

Junte-se a nós todas as semanas