Editorial

Danos mais que colaterais…

Zita Leal

Zita Leal

Zita Leal

Zita Leal

reporterzcaminha@gmail.com

Há tempos ofereceram-me três macacos gorduchos, feiosos e com as mãos a tapar a boca, os olhos, os ouvidos. w

Metáfora direccionada porque vejo, ouço e não calo e não tenho emenda possível. Dissabores têm sido alguns à conta disso mas nunca aprendo. Hoje volto ao mau feitio.

Espero que não seja verdade o que ouvi num noticiário desta semana: a partir de agora é proibido ouvir, ler, falar toda a arte russa em território ucraniano.  Então Kalinkas, Bolchóis, Dostoievskis, Tolstois, Nurieves, Kareninas e tantos, tantos expoentes máximos, já eram? E o Povo, pá? – diriam os nossos Homens da luta se soubessem falar Ucraniano?. Ah, se calhar os três macacos não fazem parte da metáfora que afinal não é metáfora!!! É mais uma “ fake news “…

Mascarado de fake news deverá ser também o cancelamento de um Curso dedicado a Dostoievski organizado na Universidade de Milão, pela simples razão de o autor ser russo. Seria mau de mais para ser verdade. Vamos acreditar em danos colaterais que esperemos não se transformem em danos fatais.

Fatal, fatal seria para a cultura portuguesa, se os Países onde os nossos ancestrais andaram a espalhar a Fé e o Império se lembrassem de proibir o FADO, o Saramago o Pessoa , o Camões… Mas os Países lusófonos que conheceram o fio das nossas espadas são inteligentes e irmãos ( quase ).

E o mau feitio que não me larga…

reporterzcaminha@gmail.com
Zita Leal

Partilhar

Partilhe este artigo

 Do autor...  Do mesmo autor...