Deputación de Pontevedra reassume colaboração no âmbito da UNIMINHO

Comunicado de Imprensa

A UNIMINHO – Associação do Vale do Minho Transfronteiriço – readquire papel luso-galaico. O Conselho Directivo reuniu, no passado dia 28 de agosto, para renovar a representação galega no organismo transfronteiriço, através da reintegração da Deputación de Pontevedra. Durante o encontro já foram abordadas várias temáticas para impulsionar este território de fronteira.

A reunião em Valença serviu de primeiro contacto entre os novos membros, tendo sido apresentada a representação galega na presidente da Deputación Provincial, Carmela Silva, e no deputado Uxío Benítez. Durante este encontro foi já abordado o futuro da Uniminho – Associação do Vale do Minho Transfronteiriço, bem como realizado o ponto de situação do projeto europeu ECOTUR desenvolvido com recurso a fundos europeus no âmbito do turismo de natureza.

Após eleições municipais do passado mês de maio na Galiza, o novo órgão diretivo da Deputación de Pontevedra assumiu o objectivo de reintegrar a UNIMINHO, de quem faz parte a Associação de Municípios do Vale do Minho, como organismo de colaboração estável que analise e trabalhe nas potencialidades socioeconómicas da ribeira do Minho, e que sirva como meio para solicitar fundos europeus para desenvolver programas de cooperação inter-regional.

Esta aposta surge depois de o anterior Governo Provincial de Pontevedra ter decidido pela não prorrogação do convénio de constituição firmado em setembro de 2006. Não obstante, a nova Deputación manifestou vontade de conferir a este organismo a importância que deve ter, “tomando um papel de liderança e de ajuda aos Concelhos da ‘raia’ para coordenação”.

Segundo explicou Uxío Benítez, a intenção do novo Governo da Deputación “é impulsionar a associação como organismo de cooperação transfronteiriça e como fórum de debate, análise e simbiose dos assuntos que confluem ao redor do Rio Minho”. Por sua vez, o presidente do Conselho Directivo da UNIMINHO, Manoel Batista, revelou-se satisfeito com esta posição que em muito favorece a elaboração de uma agenda política em comum e de uma voz em uníssono em prol das populações de fronteira com o rio Minho.

De momento, a UNIMINHO está a trabalhar na execução do projeto ECOTUR, que tem como objetivos a conservação e valorização do património Rede Natura 2000 da região e a promoção de uma oferta estruturada e organizada do território do Vale do Minho como um destino transfronteiriço ecoturístico de excelência.

GOSTA DESTE CONTEÚDO?

Recorde-se que a UNIMINHO – Associação do Vale do Minho Transfronteiriço foi constituída em setembro de 2006, com um convénio entre a Associação de Municípios do Vale do Minho (formada por Melgaço, Monção, Paredes de Coura, Valença e Vila Nova de Cerveira) e a Deputación de Pontevedra (com os Concellos do Baixo Miño-Condado-Paradanta).

  Partilhar este artigo
Nuvem do Minho
geral@minhodigital.pt
  Partilhar este artigo

Junte-se a nós todas as semanas