ÚLTIMA HORA: Emigrantes lesados pelo BES não vão estar calados!

Comunicado de Imprensa
Emigrantes lesados

 

 

 

 

Exmos. Senhores,

Exmas. Senhoras da Comunicação Social,
Somos o MEL (Movimento Emigrantes Lesados) do BES / NOVO BANCO e informamos-lhes da nossa manifestação em PARIS SÀBADO 27 JUNHO 2015 às 10H.
COMUNICADO aos órgãos da comunicação social.

O MEL (Movimento Emigrantes Lesados) constituído de trabalhadores emigrantes portugueses convoca todos os emigrantes enganados, e amigos, para uma manifestação em frente da agência do Novo Banco em Paris:

BESV – Banque Espírito Santo et de la Vénétie – 45, Avenue Georges Mandel – 75116 Paris. Para as 10:00 h da manhã, no sábado, dia 27 de Junho 2015, junto à estação “Rue de La Pompe” (linha 9 do Metro) e perto da estação “Trocadéro” (linhas 6 e 9 do Metro). Seguirá uma marcha até a Embaixada de Portugal em Paris. As palavras de ordem serão;

“EMIGRANTES LESADOS, NÃO VAMOS FICAR CALADOS!”.
Manifestamos porque fomos enganados no momento da abertura das contas em que nos foi prometido um depósito a prazo com juros na maturidade. Afinal esse produto foi transformado em conta de “acções preferenciais” cujos nomes são enganadores (“Poupança Plus”, “Euro Aforro”, “Top Renda”, “EG Premium”), tal como foi descrito no artigo do Wall Street Journal do 18 de Agosto 2014:

 http://br.wsj.com/articles/SB10001424052970204392504580098290245942292.

O nosso dinheiro está bloqueado pelo Banco de Portugal há quase um ano e riscamos de o perder, ou ver reduzido o seu valor.
No comunicado da Agência Lusa do 21 de Abril 2015, é dito que o problema está resolvido, mas isso é falso. Colocámos, por escrito, as questões levantadas neste artigo do jornal aos responsáveis do Novo Banco e pedindo uma resposta por escrito urgente por causa da manifestação, mas, até agora, ainda não chegou nenhuma resposta. Substituíram os gestores que nos enganaram porque sabem bem o que nos fizeram.

Há quase um ano que nos andam a enganar, dizendo que o problema está a ser resolvido, mas é a nossa convicção de que pretendem vender o Novo Banco com o nosso dinheiro e, por isso é que andam a adiar. Por outro lado, os nossos governantes não querem falar disso, porque deixaram o banco enganar-nos e agora fazem vista grossa.

Este dinheiro, que os emigrantes (pedreiros, obreiros, senhoras de limpeza) colocaram no BES, foi fruto de muito suor, sacrifícios e privações!
Não podemos tolerar que nos tratem desta maneira e nos fiquem com o nosso dinheiro!

Está em jogo a defesa de valores como o trabalho, o mérito, o sacrifício, a dignidade, o respeito do emigrante, o respeito do cliente!

Vamos exigir que nos deem o nosso dinheiro! A união faz a força! Todos unidos venceremos.
Agradecemos os Senhores e as Senhoras pela sua atenção.

Com os melhores cumprimentos,

MEL – Movimento Emigrantes Lesados – BES / Novo Banco Produtos: Poupança Plus, Euro-Aforro, Top Renda, EG Premium
Mail : emigranteslesados@gmail.com
Facebook : www.facebook.com/emigranteslesados
website / blog : emigranteslesados.blogspot.com
Porta-voz MEL em França :
— Sra Helena Batista +33.6.75.23.90.60
— Sra Amélia Reis +33.6.30.42.16.46
Porta-voz MEL em Portugal :
— Sr Luis Marques +351.964.925.761
Atendimento ao pùblico : 06.12.76.60.71 (Sra. Teresa) / 06.66.33.21.41 (Sra. Filomena) / 06.88.97.89.59 (Sr. Carlos) / 06.07.64.26.41 (Sr. Antonio)

…..

Lesado;
Sou emigrante em França á quase 4 décadas, apliquei no BES em Agosto e Setembro 2012 a maioria de todas as minhas poupanças, em produtos denominados Poupança Plus 6 08/12 24RE03” INSI : SCBESOAE0217 e “Poupança Plus 6 09/12 24RE 06” INSI: SCBESOAE0227 (ou INSI: XS0154992811 para ambos).

Tenho um perfil conservador, em 2012 tinha aplicações que chegaram a termo, pouco tempo antes um funcionário do BES (apresentando-se como gestor da minha conta) telefonou-me, propondo-me estas aplicações.

Sendo produtos como capital e juros garantidos na maturidade, alguns dias depois passei no balcão próximo da minha residência em Portugal onde essa mesma conversa era também transmitida por o gestor do balcão, reiterando que este produto tinha capital e juros garantidos na maturidade.

Depois de alguns dias e vários telefonemas dos gestores, eu aceitei as aplicações no espírito de confiança por já ser cliente do BES á mais de uma década, além de eu ter pedido a ficha do produto antes da aplicação, o gestor do balcão me respondeu “ nós enviamos tudo com os documentos da subscrição.

E disseram-me, você esteja tranquilo, isto é seguríssimo, para mais no documento que assinou está bem identificado claramente a rentabilidade a 24 meses e o valor aplicado e isto é uma Poupança Plus, já o próprio nome fala por nós, isto é seguríssimo ” afirmando mais uma vez esse gestor que ainda atualmente ocupa a mesma função, no mesmo balcão.

Ficha do produto que nunca mais vim a receber, elem de várias vezes a ter reclamado, mas como estava a maioria do tempo em França, nunca me enviaram o que foi prometido, o único documento que me transmitiram além da subscrição, foi um documento informatizado com as descrições acima descritas.

Estas duas aplicações já venceram, e deviam ter sido pagas, a primeira desde 22/08/2014 e a segunda desde 22/09/2014 e até hoje nada me foi pago, nem capital, nem juros, nem qualquer data tenho para o pagamento, além de o Novo Banco me ter enviado na primeira semana de Agosto 2014 a seguinte mensagem; “Os ativos mencionados, Poupança Plus, fazem parte do seu património do cliente no Novo Banco, mantendo-se as condições contratadas” e até hoje não tenho acesso a esse dinheiro que passei uma vida a poupar, e que agora passo todos os dias a reclamar o que me pertence, e a resposta é “tenha mais um bocadinho de paciência”, estão mesmo a gozar comigo e com a minha família, só pode ser.

Pois desde Agosto 2014, todas as semanas telefonei ou passei no balcão e a resposta é sempre a mesma, está para breve, está por dias, depois vai ser antes do Natal, depois e até á uma ou duas semanas porque o responsável era o Banco de Portugal, que não deixava pagar para cumprir rácios e outras exigências, depois é uma questão de organização e de implementação dos reembolsos, no dia 10/02/2015 até me telefonaram para dizer que já vão pagar, mas nada pagaram, dia 27/02/2015 telefonaram outra vez a dizer que desta vez está para dias, nada vindo, mas no dia 09/03/2015 mais uma vez me informam que agora é para pagar nos próximos dias.

Para mais diz o gestor, “foi anunciado publicamente por Stock da Cunha o Presidente do Novo Banco, nunca seria pensável faltar a palavra que anunciou publicamente”, pouca vergonha. …
Toda a minha vida transmiti aos meus filhos, familiares, colaboradores e funcionários uma ética de vida totalmente contraditória dos métodos e atitudes que estão a ser utilizados pela direção atual do Novo Banco com os emigrantes.

A verdade é que nunca mais acreditarei em nenhuma instituição bancária Portuguesa, mentir e enganar os clientes deve ser sem dúvida a maior força comercial dos funcionários e colaboradores do Novo Banco e que tanto é elogiada na comunicação social! Até hoje o Novo Banco detém as minhas poupanças desde o dia 22/08/2014, estou a ser humilhado, envergonhado, enganado, etc… pelo Novo Banco, esta situação já me criou muitos danos monetários, mas também morais, etc….que qualquer indemnização nunca poderá compensar.

Prometo que lutarei com todos os meios legais á minha disposição para reaver as minhas poupanças, e que justiça se faça neste país, em que muitas vezes me questiono – existe algum governo em Portugal? Existe alguma entidade de supervisão bancária em Portugal? Existe alguma entidade reguladora dos bancos em Portugal?

Se existe, o que estiveram a fazer há décadas? e como estes funcionários podem justificar os vencimentos que receberam?

INACREDITÁVEL O QUE SE ESTÁ A PASSAR NESTE NOSSO PORTUGAL SEM JUSTIÇA EFICAZ!

TODOS UNIDOS E NÃO DESCANSAR ENQUANTO O NOVO BANCO NÃO NOS DEVOLVER O NOSSO DINHEIRO!

No tags for this post.
  Partilhar este artigo
Nuvem do Minho
notadeimprensa@minhodigital.pt
  Partilhar este artigo