Compre já a nova edição do livro MINHO CONNECTION

FBAC visita Bruxelas e dá a conhecer a Bienal Internacional de Arte de Cerveira no Parlamento Europeu

A Fundação Bienal de Arte de Cerveira (FBAC) participou em Bruxelas, de 22 a 24 de abril, num meeting do ?uroFÄB?IQ??, projeto do programa Europa Criativa da União Europeia do qual é entidade parceira. O Presidente da FBAC, Rui Teixeira, participou no programa do evento que, para além de sessões de trabalho, contemplou uma visita ao Parlamento Europeu, tendo tido a oportunidade de dar a conhecer a Bienal Internacional de Arte de Cerveira.

O ?uroFÄB?IQ?? trata-se de um projeto criativo para jovens que teve origem em fevereiro de 2022, com a sua primeira edição no Grand Palais Éphémère, em Paris. O sucesso do evento foi tal que a Associação Nacional de Escolas Superiores de Arte (ANdEA) pretendeu expandir e transformá-lo numa iniciativa a longo prazo. Lançado o desafio, foi apresentada uma candidatura ao programa Europa Criativa, da qual a FBAC é parceira juntamente com as seguintes entidades: ANdEA, Gip Le Signe – Centre National Du Graphisme, em França, e a Asociatia Clusterul de Industrii Creative Transilvania, na Roménia.

Foi neste âmbito que o Presidente da FBAC, Rui Teixeira, e a equipa do projeto viajaram a Bruxelas para uma sessão de trabalhos que decorreu nas instalações da Escola Nacional de Artes Visuais de La Cambre e que, entre outros assuntos, visou a seleção dos participantes do “?uroFÄB?IQ?? Art Camp” que irá decorrer em Vila Nova de Cerveira, de 23 a 27 de setembro, no âmbito da XXIII Bienal Internacional de Arte de Cerveira.

O segundo dia contemplou uma visita da comitiva ao Parlamento Europeu, conduzida pela unidade “Cultural Outreach” que promoveu uma visita orientada às principais obras de arte da coleção patente em Bruxelas, realizada pelos curadores residentes Jan Randacek e Óscar Muñoz Sánchez.

PUB

“A coleção de arte contemporânea do Parlamento Europeu possui mais de 500 obras de arte e esta foi uma excelente oportunidade de conhecer os espaços de trabalho sob uma nova perspetiva e de divulgar no contexto europeu a Bienal Internacional de Arte de Cerveira, que assinala este ano a sua 23ª edição, cumprindo 46 anos de existência”, afirmou Rui Teixeira.

De referir que no âmbito ?uroFÄB?IQ??, ao longo de 16 meses, estão a ser desenvolvidos 3 campos criativos, cápsulas colaborativas concebidas para testar novos protótipos e trabalhar sobre os intervenientes, a estrutura, as formas e os conteúdos do projeto. A FBAC irá acolher o último campo, cujo objetivo será explorar coletivamente, a partir da temática da bienal “ÉS LIVRE?”, a forma como a arte e o design podem ser utilizados para abordar as questões mais prementes do continente europeu, tais como as alterações climáticas, a justiça social e a instabilidade política e, ao fazê-lo, aprofundar os eixos curatoriais do projeto.

GOSTA DESTE CONTEÚDO?

Apoiado pelo programa europeu da Europa Criativa da União Europeia em 200 mil euros e com uma taxa de cofinanciamento de 80%, o projeto tem como objetivo sensibilizar para o papel dos artistas e dos designers enquanto motores do desenvolvimento social, político, económico e cultural e da resiliência social, participando numa sociedade mais inclusiva e tolerante.

PUB
PUB
  Partilhar este artigo

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

press@maniadigital.pt

  Partilhar

PUB
📌 Mais de Cerveira
PUB

Junte-se a nós todas as semanas