Festa em Honra à Virgem das Dores em Monção

Comunicado de Imprensa
FESTA EM HONRA À VIRGEM DAS DORES Monção 2015

A Festividade realiza-se entre 13 e 17 de agosto 2015. 

A Festa em Honra à Virgem das Dores, uma das romarias mais castiças e genuínas do Alto Minho, decorre entre 13 e 17 de agosto, prometendo cinco dias de veneração à imagem de Nossa Senhora e diversos momentos de animação com acentuada componente tradicional, etnográfica e festiva.

Como habitualmente, os momentos mais fortes, que reúnem milhares de pessoas nas ruas e varandas do centro histórico, são a procissão solene em honra à Virgem das Dores, no domingo, pelas 18h00, e a procissão solene em honra do emigrante, segunda-feira, pelas 12h00.

 Este ano, a animação abre com “Emanuel”, na quinta-feira, e fecha com “Amor Electro”, na segunda-feira.Destaque ainda para a saudação mútua e despedida das bandas, após a procissão de domingo, onde os elementos da comissão de festas são aplaudidos pela população local ao som da música filarmónicas das duas bandas locais. Um momento de grande emotividade e sensação de dever cumprido após um ano de intenso trabalho.

 Referência também para a “Noite Jovem” com a animação a acontecer pela noite dentro conduzida por animadores e DJ`s conhecidos do público. Nessa noite, sexta-feira, a Praça Deu-la-Deu Martins vai tingir-se com as cores da juventude ao som da música eletrónica. E como a festa não se faz sem fogo, um dos momentos imperdíveis será o magnifico espetáculo de fogo-de-artifício marcado para a noite de sábado.

GOSTA DESTE CONTEÚDO?

 Nos restantes dias, o programa reserva atuações de grupos de bombos, zabumbas, tocadores de concertina, cantadores ao desafio, cavaquinhos, ranchos folclóricos e bandas filarmónicas. As orquestras galegas também marcam presença. No último dia, antes do concerto de “Amor Electro” sobe ao palco o grupo “Roconorte”. A animação, com milhares de pessoas nas ruas, está garantida.

 A festa é suportada pelos monçanenses que, em troca de uma imagem impressa de Nossa Senhora, deixam um donativo à comissão de mordomos e mordomas que, desde o início do ano, palmilham as freguesias do concelho à procura de apoio financeiro. A autarquia apoia na organização/logística das atividades previstas, na atribuição de um subsídio e na cedência do terrado para exploração.

 Gabinete de Apoio aos Órgãos

  Partilhar este artigo
Nuvem do Minho
notadeimprensa@minhodigital.pt
  Partilhar este artigo

Junte-se a nós todas as semanas