“Frei João da Cruz” volta a enfrentar D. Rodrigo junto à Torre de Menagem

Lutadores

A lenda (adaptada) de Frei João da Cruz – O Musical, que relata a desventura de Mendo de Azevedo, tornado Frei João da Cruz, volta a apresentar-se aos melgacenses hoje (14 de Agosto), às 23 horas, junto à Torre de Menagem.
Depois de uma primeira exibição que juntou um número considerável de espectadores, o grupo local de teatro amador “Os Simples” quer aproveitar o período em que Melgaço se enche de visitantes e emigrantes de férias para mostrar a lenda a um público mais alargado.

A lenda (adaptada) de Frei João da Cruz – O Musical, que relata a desventura de Mendo de Azevedo, tornado Frei João da Cruz, volta a apresentar-se aos melgacenses hoje (14 de Agosto), junto à Torre de Menagem.
Se as condições meteorológicas o permitirem, a lenda já representada naquele espaço pelo o grupo de teatro amador “Os Simples” no âmbito da iniciativa “Lendas do Alto Minho”, promovida pela Comunidade Intermunicipal do Alto Minho em colaboração com as Comédias do Minho, subirá novamente ao recinto da simbólica torre pelas 23 horas, com eventual alteração para a Casa da Cultura, caso a chuva persista.
O guião baseado na lenda vai mais além e traz à lenda alguns ‘gags’ que prometem tornar a passagem épica mais ligeira e divertida. A história (trágica) de D. Mendo teve adaptação e encenação de Luís Filipe Silva, da associação Comédias do Minho, tornando-a assim mais bem disposta, embora sem mudar o enredo ou desfecho da lenda. O também actor da associação Comédias do Minho arranjou em Frei João da Cruz – O Musical um teste às capacidades dos jovens, colocando-os em cenários de batalha, em ritmos de dança e até a ensaiar o humor britânico de Monty Python, divertindo com o clichê e o ‘non-sense’ sobre o contexto dos épicos.
“Ao longo do meu percurso com eles [“Os Simples] tenho experimentado várias coisas, desde as peças mais densas às mais ligeiras. Na comédia, este ano queria ir para o movimento, as coreografias de batalha”, explica Luís Filipe Silva, assumindo o exercício.
Depois de uma primeira exibição que juntou um número considerável de espectadores, o grupo local de teatro amador “Os Simples” quer aproveitar o período em que Melgaço se enche de visitantes e emigrantes de férias para mostrar a lenda a um público mais alargado.
SINOPSE:
“Um jovem Melgacense cai em desgraça e foge para Espanha. Aí apaixona-se por uma jovem e abastada donzela, mas o amor deste casal não é autorizado pelo pai da formosa dama. D. Mendo, o protagonista desta tragédia amorosa, parte para África em busca de fama e fortuna, a fim de conquistar a aprovação do intransigente pai de sua amada.
Ai! O amor! O amor movem ontanhas…. e porque não mover também pés, mãos, ancas…
Frei João da Cruz – O Musical; dançar, cantar, lutar, rir, chorar… dêem-nos uma história, lenda fazemos nós!”

DIRECÇÃO ARTÍSTICA: Luís Filipe Silva INTERPRETAÇÃO: Os Simples + Coro de Parada do Monte

  Partilhar este artigo
Nuvem do Minho
jornalminhodigital@gmail.com
  Partilhar este artigo

Junte-se a nós todas as semanas