Grande Prémio do Minho não sai para a estrada em 2015

Ciclista

A Associação de Ciclismo do Minho emitiu um comunicado a anunciar a decisão em que revela que “após cerca de um ano de diligências e esforços empreendidos” pela Associação de Ciclismo do Minho, em concertação com a Federação Portuguesa de Ciclismo, “não foi possível reunir as condições mínimas para viabilizar em 2015 o Grande Prémio do Minho em ciclismo”.

A Associação adianta que “a circunstância do Grande Prémio do Minho não ter constituído uma opção para nenhum dos 24 municípios dos distritos de Braga e Viana do Castelo contribuiu para inviabilizar o tão desejado regresso à estrada do Grande Prémio do Minho”, assegurando que também não é “alheio à decisão de cancelamento o facto de outras entidades e empresas da região não se terem associado ao evento desportivo”.

No comunicado, a Direcção da Associação de Ciclismo do Minho acrescenta que “responsável e realisticamente, não pode aventurar-se na organização de um evento desportivo dispendioso sem que para tal estejam reunidos os recursos necessários”. A ACM “continua a acreditar que o Grande Prémio do Minho é um importante património da região que, entre outros factores, traduz um notável meio de promoção do desporto e de divulgação de localidades, marcas, produtos e serviços pelo que continuará a desenvolver esforços para o conseguir fazer regressar à estrada”, ao mesmo tempo que “continuará a aposta na promoção do ciclismo regional e em conseguir corresponder aos novos desafios do desporto e do ciclismo”.

  Partilhar este artigo
Nuvem do Minho
jornalminhodigital@gmail.com
  Partilhar este artigo

Junte-se a nós todas as semanas