Grão-mestre da Real Confraria do Alvarinho

Grão-mestre da Real Confraria do Alvarinho

José Emílio Moreira foi eleito, recentemente, grão-mestre da Real Confraria do Alvarinho. O ex-autarca monçanense sucede a José Afonso no cargo e pretende trabalhar em equipa para desenvolver novos projectos.

 

Cidália Rodrigues

 

                “Eu nunca soube governar sozinho onde estive. Não vamos criar rupturas. Vamos continuar a defender o Alvarinho de Monção e Melgaço. Vamos continuar a promovê-lo numa ligação muito estreita com a Associação de Produtores de Alvarinho (APA). Vamos também continuar a nossa parceria com as Câmaras Municipais de Monção e Melgaço que, politicamente têm sido muito responsáveis pela projecção, desenvolvimento e defesa do Alvarinho”, realçou o novo Grão-mestre.

                Recorde-se que a Real Confraria do Alvarinho foi fundada em 2007 e é “uma entidade de direito privado e tem por objecto a promoção, divulgação, valorização e defesa do vinho Alvarinho produzido na sub-região de Monção e Melgaço, preservando a autenticidade da sub-região, através da divulgação do seu património vitivinícola, paisagístico, arquitectónico e ainda da sua gastronomia, contribuindo para o combate á desertificação constrangimento da zona rural, bem como para a dinamização da sub-região de Monção e Melgaço, através de acções que associem o vinho, o cultivo da vinha, a cultura e o

GOSTA DESTE CONTEÚDO?

turismo”.

               

  Partilhar este artigo
Nuvem do Minho
  Partilhar este artigo

Junte-se a nós todas as semanas