Juiz Desembargador brasileiro apresenta livro em Braga

Vai decorrer a apresentação da obra do Juiz Desembargador brasileiro Roberto Wider que apresentará domingo, às 17:00 horas na FNAC de Braga, e que corresponde à edição portuguesa do seu livro a “Reprodução Assistida – Aspectos do Biodireito e da Bioética”, anteriormente publicado no Brasil.

O tema da obra é o da reprodução medicamente assistida (RMA), e tem como referência de partida a tese que defendeu em 2005 na Universidade de Coimbra quando, por indicação da Associação dos Magistrados Brasileiros, fez o curso de Mestrado na Faculdade de Direito de Coimbra, obtendo, com êxito e distinção o grau de Mestre em Direito Civil.

No prefácio à edição portuguesa, Manuel Beninger, presidente da Associação de Autarcas  Monárquicos e membro da Assembleia Municipal de Braga salienta que “a presença, no Alto Minho, do Desembargador brasileiro Roberto Wider, é uma mais-valia cultural e científica para Portugal e para os portugueses”.

De facto, – escreve Beninger – “o distinto magistrado – com uma carreira ímpar enquanto juiz em todos os escalões do sistema judiciário do Brasil e um percurso científico notável pelo rigor e criatividade que nele investe – escolheu Portugal como sua segunda pátria – ouso afirmá-lo -, enriquecendo, assim, o património imaterial e o imaginário cultural luso-brasileiro, que radica, antes de tudo, no permanente convívio entre os dois povos irmãos”.

“Conheço o homem e a sua obra. A sua ligação ao nosso país tem, desde logo, um forte pendor humano e sentimental, não fora Roberto Wider um homem de cultura e ciência, que conhece, com profundidade, a história comum das duas nações atlânticas, e o legado ímpar que ambas construíram ao longo dos últimos séculos, baseado na interpenetração da língua, da religião, dos costumes, do direito e mesmo do sangue, por via da miscigenação e da mistura de raças”, acrescenta.

A apresentação do livro conta com a presença do autor e, muito provavelmente, de muitos membros da comunidade brasileira radicada na região.

GOSTA DESTE CONTEÚDO?
  Partilhar este artigo
Nuvem do Minho
jornalminhodigital@gmail.com
  Partilhar este artigo

Junte-se a nós todas as semanas