Lista M para a eleições dos Médicos promove debate sobre violência doméstica e abuso sexual e quer criar Comissão Regional

A Candidatura à Secção Norte da Ordem dos Médicos “MUDANÇA com Norte” – lista M – irá promover no dia 9 de Janeiro, pelas 19:30, no edifício da Secção Regional do Norte da Ordem dos Médicos um jantar-debate sobre a violência doméstica e abuso sexual com a participação da Dra. Ana Aroso.

A candidatura “MUDANÇA com Norte” – lista M, cujo candidato a presidente é o Dr. Miguel Leão, manifesta a sua inequívoca determinação no combate a práticas violadoras dos Direitos Humanos.
Em Viana do Castelo, Conceição Barbosa, que também faz parte da Lista M, é candidata a Coordenadora da Secção Distrital da Ordem dos Médicos, integrando a lista de Miguel Leão.

 

COMUNICADO

MIGUEL LEÃO QUER CRIAR COMISSÃO REGIONAL 

PARA A VIOLÊNCIA DOMÉSTICA E ABUSOS SEXUAIS

A candidatura à Secção Regional do Norte da Ordem dos Médicos (SRNOM), Lista M, encabeçada por Miguel Leão, quer criar uma Comissão Regional Consultiva para a Violência Doméstica e Abusos Sexuais. “Um dos princípios da nossa candidatura é que a Ordem dos Médicos deve ser transparente e colaborante com a sociedade civil não médica. Por isso, entre os vários compromissos que assumimos, defendemos que os médicos devem estar na linha da frente no combate a este flagelo”, defende Miguel Leão. Esta é a primeira vez que poderá ser criada uma comissão dedicada ao tema.  

Exatamente porque a violência doméstica e os abusos sexuais devem ser vistos como “uma prioridade”, a candidatura Mudança com Norte irá promover, no próximo dia 9 de janeiro, segunda-feira, a partir das 19h30, um jantar que terá como oradora a médica ginecologista Ana Aroso Monteiro. A iniciativa terá lugar na Casa do Médico, na Rua Delfim Maia, 405, e tem como objetivo alertar consciências.

“A Ordem dos Médicos tem o dever de colaborar com os médicos no combate às situações que envolvem violência doméstica e abusos sexuais. Ainda há muito a fazer nesta área, nomeadamente em Portugal, e por isso os médicos devem estar na linha da frente”, advoga Miguel Leão, explicando que a comissão trabalhará em estreita ligação com os médicos e o Conselho Regional, “demonstrando a inequívoca determinação da Ordem dos Médicos no combate a práticas violadoras dos Direitos Humanos”.

As funções da Comissão Regional Consultiva para a Violência Doméstica e Abusos Sexuais da SRNOM serão de sensibilização, aconselhamento, apoio à comunidade médica. A criação desta comissão, inédita, é uma das propostas que integra o programa da candidatura da Lista M, MUDANÇA com Norte, liderada por Miguel Leão, à presidência da SRNOM. As eleições ocorrem a partir de 10 de janeiro.

Porto, 7 de janeiro 2022

No tags for this post.
  Partilhar este artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Nuvem do Minho
jornalminhodigital@gmail.com
  Partilhar este artigo
📌 Mais de Viana