Manuel Macedo dá a conhecer “jóias escondidas”

Montra

 

Muitos anos depois de ter criado algumas jóias, Manuel Macedo dá a conhecer alguns dos objectos há muito pensados. As peças estão à venda na Ourivesaria Por Si.
Desde os 14 anos que trabalha em ourivesaria. Agora com 44 anos conseguiu comercializar, com nome próprio, as peças que há muito tinha desenhado. “Eu não as desenho, porque não tenho muito jeito para o desenho, mas faço as peças”, conta.
Inaspirado na realidade, nas vivências do dia a dia, Manuel Macedo presta, nesta primeira colecção, homenagem às Muralhas de Monção. Uma das peças foi inspirada naquele património.
“Eu já tinha, há muito, as peças desenhadas e algumas feitas, mas não podia pôr o meu nome, a minha marca. Agora, através dos responsáveis da Por Si, a quem agradeço, consegui concretizar o meu sonho”.

Apaixonado pelo que faz, Manuel Macedo não tem dúvidas de que o caminho é seguir a desenhar e criar peças únicas. As peças grandes e chamativas é aquilo que mais o preenche. “Eu gosto de peças grandes e tento fazer sempre peças únicas”.
A trabalhar com prata e ouro, o criador monçanense refere que já tem duas coleções, que usam as pérolas e as pedras. No entanto, o futuro passa pela continuidade. “Sou feliz a fazer este trabalho”.
Brincos, colares, anéis e pulseiras são alguns dos acessórios criados. “A liberdade de criação” é aquilo que mais elogia, e o que lhe foi proporcionado pelos responsáveis da Por Si.
As peças de Manuel Macedo estão à venda, em exclusivo, naquela ourivesaria, e o monçanense promete novidades, em princípio, todos os meses.
“Escondidas” durante alguns anos, as jóias de Manuel Macedo veem a luz do dia, como afirma, sorridente, o criador. Orgulhoso das suas criações, o autor só espera que cada jóia proporcione momentos “únicos”.

  Partilhar este artigo
Nuvem do Minho
cidalia_meirim_rodrigues@hotmail.com
  Partilhar este artigo

Junte-se a nós todas as semanas