Moda totalmente em português

Desfile colectivo

No passado sábado, o palco da Associação Moledense de Instrução e Recreio subiu o pano para uma noite de «glamour» e, também, com um toque de magia. Também, uma noite dedicada à moda e, especialmente, à mulher. Na música, foi no piano que Cíntia Pereira brilhou.

Fotos: Nélson Costa

Na passerelle as modelos mostravam a colecção de Lili Têxtil, com os vestidos de senhora em destaque e, claro, a noiva.

GOSTA DESTE CONTEÚDO?

A sala de espectáculos da AMIR estava cheia e no final todos estavam encantados com o espectáculo proporcionado.

Mas vamos conhecer um pouco desta mulher que há cerca de 10 anos decidiu que era hora de concretizar o seu sonho. Lili não é natural do concelho, mas foi com imensa satisfação e orgulho que nos confidenciou «sentir-se uma seixense.»

Lili aposta na moda «criativa», e para ela não faz sentido que seja de outra forma. Quando cria, diz não avançar se a criação não estiver ao seu «gosto», talvez «seja defeito» confidencia, para logo acrescentar que com o tempo irá «aprender».

Neste desfile esta estilista quis, também, passar a mensagem que «não são só as modelos esbeltas que gostam de moda», e assim criou também para a mulher um pouco mais forte e elas estiveram na … passerelle.

Até ao momento não existe uma loja onde se possa adquirir estas criações, mas Lili está na procura de um local onde possa «dar a conhecer a sua moda, as pessoas possam entrar, provar e se gostam comprar.»

Em Portugal, foi o seu primeiro desfile, mas a Lili Têxtil já passou os seus modelos por Luanda e Tunísia e agora tem um convite para ir até ao Dubai. Por terras lusas está já o compromisso em finais de Novembro fazer mais um desfile, desta vez em Vila Praia de Âncora no complexo das piscinas.

É com um enorme sorriso que Lili nos confidenciou que agora que começou não irá parar… pois, para si, «o  sonho continua»!

  Partilhar este artigo
Nuvem do Minho
jornalminhodigital@gmail.com
  Partilhar este artigo

Junte-se a nós todas as semanas