Compre já a nova edição do livro MINHO CONNECTION

Natal courense com magia da luz

Postal de Natal

O centro de Paredes de Coura já resplandece com mais uma instalação artística de Madalena Martins. A artista plástica limiana assina novamente a decoração natalícia da sede de concelho, desta feita com uma homenagem ao Ano Internacional da Luz, que agora termina.

A temática da instalação pública que dá brilho ao Natal de Paredes de Coura é, obviamente, o Natal, mas vai mais além. Como diz a autora do trabalho, Madalena Martins, “podemos lá chegar por muitos caminhos”. E neste caso o caminho escolhido está ligado à luz, até porque, como realça a designer, estamos quase no final do Ano Internacional da Luz.

Deste modo, é a luz que domina a rua Conselheiro Miguel Dantas, bem no centro de Paredes de Coura. Durante uma semana, funcionários da autarquia cobriram todo o espaço aéreo da rua com um entrelaçado projectado pela artista plástica, composto por pequenas partículas douradas, “uma cor muito forte, uma cor do Natal”, que reflectem e multiplicam a luz. Ao todo são 14 mil as pequenas partículas que brilham, tanto de dia, como de noite. Aliás, a própria autora da instalação artística assume que prefere ver o efeito de dia, com os reflexos do sol espalhados por toda a rua.

Mas, se a instalação de Madalena Martins é para ser vista agora, durante a época natalícia, para trás ficou também muito trabalho. Três meses de trabalho, melhor dizendo. A artista plástica é conhecida por reinterpretar objectos, materiais e histórias e esta obra não fica atrás. “Tive de criar um material que nem existia para isto resultar”, refere, explicando que, depois de ter a ideia e a discutir com a Câmara, o objectivo é que esta seja desenvolvida com o mínimo de recursos. O que, num caso como o de Paredes de Coura, nem sempre é fácil, porque estamos a falar de um trabalho que é feito no exterior e que vai estar sujeito à chuva e ao vento, por exemplo. “É um desafio, mas acaba por ser muito estimulante. É um problema que me dá algum gozo a resolver”, acrescenta a designer.

PUB

Outra característica do trabalho de Madalena Martins tem a ver com a sua forte componente social. Isto porque muitas das suas obras são desenvolvidas com recurso à participação de reclusos de vários estabelecimentos prisionais da zona Norte e ainda a utentes de associações de apoio social. A instalação de Paredes de Coura, por exemplo, contou com o laborioso trabalho dos utentes da Comunidade de Inserção do GAF – Gabinete de Atendimento à Família, de Viana do Castelo, que colocaram as 14 mil partículas douradas em 4500 metros de fio.

O resultado está à mostra na rua e nos céus de Paredes de Coura. Onde a artista plástica já assinou outras intervenções e onde procura, sempre que possível, reciclar os materiais utilizados nas instalações anteriores para a mais recente. Já no Natal passado utilizou parte do cenário da primeira edição do Mundo ao Contrário para dar vida aos pinheiros de Natal que enfeitaram a rua Conselheiro Miguel Dantas. Este ano, esses mesmos pinheiros estão a dar vida a uma floresta de pinheiros, com flocos de neve e inúmeras estrelas, que nasceu no Largo Visconde de Mozelos, defronte do edifício da Câmara Municipal, e que “tornam a vila mais encantada”, considera Madalena Martins.

GOSTA DESTE CONTEÚDO?

PUB
  Partilhar este artigo
  Partilhar este artigo
PUB
📌 Mais do Coura
PUB

Junte-se a nós todas as semanas