Compre já a nova edição do livro MINHO CONNECTION

Nossa Senhora de Arga em Exposição sobre a Devoção Mariana

Cozinha em Venade

A exposição “Nossa Senhora de Arga” esteve patente na Casa Paroquial de Arga de Baixo até ao dia 24 de Junho, tendo sido inaugurada no dia 13 de Maio pelo arcipreste de Caminha, P. Paulo Emanuel. A exposição reuniu 101 imagens de diferentes estilos e materiais: desde madeira, marfinite, ícones, terracota, barro, pedra e pano.

 

PUB

Estava previsto que a exposição estivesse patente até dia 13 de junho, dia de Santo António. No entanto, a aderência das pessoas foi elevada, o que levou a Paróquia de Santa Maria de Arga de Baixo a prolongar o certame até ao dia da solenidade do nascimento de S. João, o grande Santo da Serra de Arga.

 Uma das grandes conquistas desta atividade paroquial foi a recolha de algumas orações ancestrais transmitidas por via oral de geração em geração e que, não estando escritas em lado nenhum corriam o risco de se perder. Em anexo enviamos algumas orações coligidas.

GOSTA DESTE CONTEÚDO?

 

Na exposição podia ver-se:

PUB

– a casa dos pais de Nossa Senhora, S.ta Ana e S. Joaquim;

– a anunciação, com o Arcanjo Gabriel, o Anjo da Guarda de Maria e Nossa Senhora, em tamanho natural;

 

PUB

– imagens relativas a:

– infância de Nossa Senhora;

– gravidez de Maria

– maternidade;

PUB

– vida quotidiana em Nazaré;

– devoções marianas no mundo;

– as aparições de Nossa Senhora em Fátima;

– a Virgem dolorosa;

– a padroeira de Portugal, Nossa Senhora da Conceição;

– o Imaculado Coração de Maria;

– o trono de Jesus é Maria;

– as imagens de Nossa Senhora nas igrejas e capelas da Serra de Arga;

– o orago da Diocese e da Paróquia

 

A exposição foi montada por voluntários da Paróquia de Arga de Baixo, de modo a vivenciar de um modo mais intenso o “Mês de Maria” e a preparar a chegada da imagem peregrina de Nossa Senhora de Fátima, na noite de S. João.

 Na sala grande da casa viam-se ofertas feitas por pessoas para serem vendidas a fim de juntar alguns fundos para fazer obras na Casa Paroquial.

 A residência paroquial necessita de obras urgentemente, mas a Paróquia não tem capacidade financeira para fazer face ao restauro que o imóvel necessita, pelo que nas atividades desenvolvidas ao longo do ano juntam-se algumas “migalhas”.

 Além das pessoas da paróquia e da serra, visitaram a exposição muitas outras pessoas, incluindo o Reverendo Padre Coutinho e o Reverendo Padre Armandino, antigos Párocos de Arga de Baixo, bem como o Presidente do Município de Caminha.

PUB
  Partilhar este artigo
  Partilhar este artigo
PUB
PUB

Junte-se a nós todas as semanas