O homem é o predador do homem ( Homo hominis lúpus )

Num tempo em que a terra ainda estava preservada de agressões e se mantinha no estado mais puro, havia uma lenda tribal que dizia que se o homem bebesse da água onde o lobo saciou a sede, ficaria com os traços comportamentais daquele animal que fazem dele um animal temido mas respeitado no seio da alcateia.

Mas a natureza já não é a mesma e os homens já não bebem onde bebem os lobos. E o homem transformou-se no maior predador do próprio homem.

Esta afirmação revela que o ser humano é capaz de grandes atrocidades e barbaridades contra o seu semelhante, e, tendo em conta o que diz a tal lenda, conclui-se que poucos homens usarão hoje a mesma hídrica fonte de vida que a dos lobos, cujo comportamento em alcateia é marcado pela nobreza e pela lealdade com os da sua espécie.

Segundo Hobbes, “O individualismo do ser humano compele-o a viver em guerra com os outros”. Esta frase expressa o conflito latente entre os homens, indicando que de todas as ameaças que um ser humano pode enfrentar, a maior delas é o confronto com os seus semelhantes.

Daí, que os maiores desafios que enfrentamos como espécie são criados por nós próprios, porque vemos que para o ser humano é comum os mais fortes explorarem os mais fracos, quando deveriam protegê-los. Isso revela que o Homem é o predador do próprio homem, constituindo-se um vilão para ele próprio.

 

GOSTA DESTE CONTEÚDO?

O lobo solitário que vive em nós

 

Para quem o faz sozinho, a viagem pela vida pode ser bem dura

 

Embora durante largos períodos da nossa vida tenhamos a ilusão de que estamos acompanhados, é a solo que tomamos as grandes decisões, as que mais nos condicionam a existência.

Na realidade, poucos são os espíritos que um dia partilharam os seus dias no silêncio do entendimento absoluto com o companheiro. E esses terão de agradecer a Deus por lhes haver verdadeiramente mitigado a sua solidão.

Lembremo-nos que a própria morte é um acto solitário.

 

Pensando nos lobos solitários

PUB

É impossível também deixar de mencionar a dita «Idade do Lobo», expressão usada para falar da fase da vida na qual certos homens, entre os 40 e os 50 anos, entram na famigerada «crise de meia idade». A psicologia explica que na Idade do Lobo os homens percebem que não viveram as suas vidas conforme desejaram porque seguiram apenas as regras da sociedade. Isso os leva então a querer fazer tudo o que nunca fizeram, e com pressa, pois sentem que não lhes resta mais muito tempo de vida. A patologia a ser percebida aqui é a seguinte: o Lobo busca desesperadamente “fazer as coisas que não fez” em vez de simplesmente “fazer o que gostaria de fazer”.

Querermos converter o “homem lobo do homem” num ser incondicionalmente amigo do seu semelhante, é talvez o maior objectivo da civilização, mas infelizmente revela-se utópico nos tempos que correm e apesar do avanço da sociedade.

Se o lobo solitário que vive em nós tomasse uma saudável consciência disso, perceberia que seria mais fácil desfazer a confusão e distorção das suas ideias e conceitos, e, com calma, poder tratar as suas mazelas pessoais, do que sair, solitária e desesperadamente, tentando mudar o mundo à sua maneira. Porque, afinal, obrigar os outros à “sua” mudança, além de ser despótico, é injusto, coactor, e inviabiliza a inversão das tendências negativas que aqui se apontam

  Partilhar este artigo

2 comentários

  1. Absolutamente lúcido e acertivo! Aliás como todos os textos deste senhor .

    Os homens de hoje deveriam ter aprendido a ser como muitos animais, que se protegem entre si e muitas vezes ,ajudam os mais fracos .
    Talvez lá atrás algum homem tenha bebido não da água do lobo , mas sim da serpente venenosa

  2. BOA TARDE EUGÉNIO! O ser humano é o pior inimigo de si mesmo! A ciência avança, os cientistas progridem nas suas pesquisas, mas até os dias atuais não conseguiu uma vacina contra as suas próprias mazelas. Continuam até hoje como lagartas rastejantes incapazes de se recolher na construção dos próprios casulos, para se transformarem em borboletas, belas mensageiras que levam as mensagens com o perfume das flores!
    BEIJOS
    BOM FINAL DE SEMANA
    05/04/2024

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *