Compre já a nova edição do livro MINHO CONNECTION

Os Emigrantes Lesados do BES / Novo Banco criam a associação AMELP

Logotipo

O MEL (Movimento Emigrantes Lesados) comunica oficialmente a sua passagem a AMELP (Associação Movimento Emigrantes Lesados Portugueses).

A Associação Movimento dos Emigrantes Lesados Portugueses (AMELP) é uma associação pacífica e sem fins lucrativos que acolhe e representa todos os emigrantes lesados do resolvido Banco Espírito Santo S.A., atual Novo Banco S.A., que subscreveram os produtos Poupança Plus, Euro Aforro, Top Renda e EG Premium. Esses produtos foram vendidos como depósitos a prazo, garantidos em capital e juros, a clientes emigrantes de retalho ao balcão do Banco Espírito Santo SA / Novo Banco SA.

Só depois da resolução do 3 de Agosto de 2014, os clientes emigrantes ficaram a saber que lhes tiveram sido vendidas de forma enganosa e fraudulenta “ações  preferenciais”, duas palavras que nunca constaram na documentação aquando da comercialização desses produtos.

Por esta razão, reiteramos que a AMELP é uma entidade diferente da AIEPC (Associação dos Indignados e Enganados do Papel Comercial) na medida em quedefendemos os emigrantes, os quais NUNCA compraram PAPEL COMERCIAL, títulos de dívida de curto prazo emitidos pelo GES (e não pelo Grupo BES S.A. !) mas sim depositaram dinheiro em aplicações do BES vendidas, como depósitos a prazo garantidos em capital e juros.

Como tal, enquanto associação, a AMELP está aberta a todos aqueles que a ela queiram aderir e que não assinaram a proposta do Novo Banco, a qual proposta é só uma “solução” par o NOVO BANCO S.A. mas não para os seus clientes emigrantes. Dos 8 000 clientes que aplicaram um total de 800 milhões de euros nesses produtos[1], só 5400 clientes (que representam 555 milhões de euros) assinaram[2] esta proposta ! A AMELP já regista mais de 2000 membros na sua página Facebook : www.facebook.com/emigranteslesados .

PUB

A AMELP protege, defende e luta pelo reconhecimento efetivo dos direitos destes emigrantes que assistiram impunes ao bloqueio das suas poupanças.

Em busca de uma vida melhor e de um futuro melhor para os nossos filhos e para a nossa família, deixámos o nosso país. Ser emigrante é ter os olhos a gritar de saudade e as lágrimas a inundar o rosto, tantas e tantas vezes. O nosso coração apertado pela dor da separação e pelas dificuldades de adaptação a um novo país e nova língua, possuía a força de acreditar de que por muitas que fossem as adversidades, por maior que fosse a dor da despedida e por mais penoso que fosse o carregar das malas, ou os trabalhos que tínhamos de desempenhar, sabíamos que dias melhores viriam. Não foi a ganância que nos moveu a aplicar as nossas poupanças, mas tão-somente a vontade de assegurar um futuro melhor para nós e para os nossos.

GOSTA DESTE CONTEÚDO?

Em comum todos os emigrantes reúnem o facto de confiarem as suas economias ao país que os viu nascer, o nosso Portugal. Economias que foram amealhadas com sangue, suor e lágrimas e pelas quais lutamos agora para as reaver.

A AMELP vai atuar como mediadora e a representante dos emigrantes lesados nas negociações com as entidades competentes e envolvidas neste processo, v. g.com os gabinetes de advogados, estando por isso aberta ao diálogo para com todos os envolvidos, sem todavia esquecer o que pretende: uma solução justa!

PUB

Os membros da AMELP não ambicionam nada mais que a justiça desta situação e o reembolso das suas poupanças, investidas e subscritas como meros depósitos a prazo aos balcões do BES S.A.

 

Barroselas (Viana do Castelo), 12 de FEVEREIRO 2016,
A AMELP (Associação Movimento dos Emigrantes Lesados Portugueses),
Luís Marques (Presidente da AMELP – +351.964.925.761)
e Helena Batista (Vice-Presidente da AMELP em França – +33.6.75.23.90.60)

PUB

[1] Fonte : http://www.dn.pt/economia/interior/novo-banco-vai-pagar-800-milhoes-a-emigrantes-com-divida-do-bes-4443165.html

[2] Fonte : http://sol.pt/noticia/414377/Novo-Banco-chega-a-acordo-com-80-dos-emigrantes-lesados#close

 
 
  
  
  
  
  
  
  
  
  
  
  
 
 
 

PUB

 
 
 
 
  
  
  
  
  
  
  
  
  
  
  
 
 
 

 

PUB
  Partilhar este artigo
  Partilhar este artigo
PUB
PUB

Junte-se a nós todas as semanas