Compre já a nova edição do livro MINHO CONNECTION

Pacto do Rio Minho Transfronteiriço alarga parceria com o objetivo centrado no INTERREG V A

Comunicado de Imprensa
Foz do Rio Minho

Um conjunto de entidades da Galiza e Norte de Portugal mostrou-se, na passada quinta-feira, interessado em constituir-se como parceiros do Pacto do rio Minho Transfronteiriço, assumindo a preservação e a valorização do rio Minho como objetivo comum. Com horizonte no INTERREG V A, estratégia definitiva vai ser concertada em reunião agendada para o dia 29 de julho, agregando os contributos dos novos parceiros.

Foto: Jorge de Castro

A cooperação transfronteiriça em torno do rio Minho ganha uma dimensão mais ativa e dinâmica com o Pacto do Rio Minho Transfronteiriço e a sua abertura para articular parcerias mais abrangentes, em prol de um projeto que beneficie as populações de toda esta região.

Durante a sessão de trabalhos da passada quinta-feira na sede da UNIMINHO em Valença, os vários intervenientes – 15 Concelhos/Municípios signatários e as entidades convidadas – manifestaram uma posição consensual da importância da riqueza do rio Minho e de toda a sua envolvente, mas também de que o caminho a percorrer tem de focar três vertentes que promovam um desenvolvimento sustentável: ambiental, turística e económica.

O Presidente do Conselho Diretivo da UNIMINHO, Manoel Batista, mostrou-se satisfeito com o interesse e contributos deixados pelos parceiros que “pelo seu conhecimento e experiência em áreas muito específicas, representarão um apoio valiosíssimo”. “A cooperação transfronteiriça é importante ao nível macro, nomeadamente com as negociações entre Porto e Santiago de Compostela, mas é fundamental que não se esgote aqui. As reuniões intermédias, como é o caso desta, visam diagnosticar problemas comuns e muito caraterísticos de territórios de fronteira bem como apresentar soluções. Estou convicto de que há espaço para plataformas diferentes de cooperação”, assegurou.

GOSTA DESTE CONTEÚDO?

Esta reunião contou ainda com a partilha de informação sobre o trabalho desenvolvido pela Uniminho sobre a Rede Natura 2000, sobre o Aquamuseu do Rio Minho e sobre o projeto UNIMINHO/ECOTUR 2.0, que serviram de base para um período alargado de reflexão.

Os signatários do Pacto do Rio Minho voltam a sentar-se à mesma mesa, no próximo dia 29 de julho, para definir linhas de ação a candidatar à 1ª convocatória do INTERREG V A Portugal/Espanha, cuja abertura está prevista para o final do mês de setembro.

PUB
  Partilhar este artigo
  Partilhar este artigo
PUB
📌 Mais de Cerveira
PUB

Junte-se a nós todas as semanas