Compre já a nova edição do livro MINHO CONNECTION

Pordata e Rede de Bibliotecas Escolares retratam os 50 anos de Democracia em mais de 400 escolas públicas

Uma exposição infográfica que retrata as cinco décadas de democracia em 450 escolas públicas do país, chegando a 650 mil alunos.

Representações visuais apelativas mostram evolução do país em números e em áreas como as famílias, população, escolas, ensino superior, transportes ou trabalho; vento inaugural desta iniciativa, com debate sobre o que mudou na educação nos últimos 50 anos, com os especialistas Mónica Vieira e Pedro Freitas, moderado por Hugo van der Ding, esta quinta-feira, dia 18 de abril, na Escola Secundária de Camões, em Lisboa.


A Pordata, – base de dados estatísticos da Fundação Francisco Manuel dos Santos (FFMS), em conjunto com a Rede de Bibliotecas Escolares, apresenta uma exposição infográfica que mostra o que mudou no país entre a década de 1970 e atualidade. As infografias estarão expostas em 450 escolas públicas de norte a sul do país o país, chegando a 650 mil alunos. O lançamento desta iniciativa está marcado para quinta feira, dia 18 de abril, na Escola Secundária de Camões, em Lisboa.
Estes dados revelarão aos alunos de todo o país, num formato visual e apelativo, as transformações por que o país passou nos últimos 50 anos em áreas fundamentais como a natalidade, educação, ensino superior, transportes, demografia, trabalho ou eleições.
Irá também realizar-se com o debate «Educação, o que mudou?», com início marcado para as 10h, com moderação a cargo do humorista e guionista Hugo van der Ding, conta com a participação de Pedro Freitas, especialista em Economia da Educação, e de Mónica Vieira, coordenadora-geral do projeto Iniciativa Educação. Os alunos da Escola Secundária de Camões e da Escola Secundária D. Filipa de Lencastre serão convidados a participar no debate com algumas questões o seu futuro e sobre a escola – por exemplo, quantos dos estudantes presentes querem ser professores?

«Esta parceria entre a Pordata e a Rede de Bibliotecas Escolares permite-nos mostrar como o país evoluiu nestes 50 anos de democracia aos alunos portugueses, que fazem parte de gerações que não viveram estas transformações, mas beneficiam delas. A missão da FFMS é promover e aprofundar o conhecimento sobre a realidade portuguesa, fomentando, desta forma, o desenvolvimento da nossa sociedade, e, para concretizar esta missão, nada melhor do que levar esta informação diretamente às gerações que constituem o nosso futuro», afirma Luísa Loura, diretora da Pordata.
A entrada para o evento de inauguração é livre, sendo limitada ao número de lugares disponíveis.

PUB
PUB
  Partilhar este artigo

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

geral@minhodigital.pt

  Partilhar

PUB
📌 Mais de Viana
PUB

Junte-se a nós todas as semanas