PSD de Caminha «regozija-se da vitória» e PS diz que «resistiu bem»

Logotipo das eleições

No passado domingo o país viveu mais umas eleições legislativas das quais a vitória coube à coligação Portugal à Frente (PàF). A Comissão Política de Caminha, num comunicado, salienta que esta foi uma vitória «inequívoca  », baseada na conquista dos 9 concelhos dos 10 do distrito de Viana do Castelo.

Neste comunicado os sociais-democratas  consideram que o Alto Minho «demonstrou a sua confiança», apesar de que «alguns diziam que não tínhamos outdoors porque não tínhamos programa. Os alto minhotos mostraram que não são os outdoors que ganham campanhas, mas sim o esclarecimento e o falar olhos nos olhos com cada uma das pessoas. Uma prova viva de que não há vitórias antecipadas, nem derrotas impossíveis.»

No respeitante aos resultados concelhios a acusação chega desta forma: «alguns usarem os espaços camarários para fazer campanha ou usarem a Assembleia Municipal para fazerem comícios, mas a população do Concelho de Caminha não se deixou intimidar e soube escolher o caminho certo.»

Por outro lado, esta força política deixa menção neste comunicado que os caminhenses acreditam e sabem que o PSD «é uma alternativa responsável e séria, capaz de lutar por todos.»

E a crítica à gestão socialista do actual presidente da Câmara Municipal, Miguel Alves, chega quando afirmam que «o concelho de Caminha tem um exemplo vivo do que é uma gestão socialista e com naturalidade disseram NÃO a este tipo de políticas que colocam em causa a sustentabilidade de um concelho e de um país.»

GOSTA DESTE CONTEÚDO?

«Num contexto em que o presidente da Câmara era o diretor de campanha do PS, em que a lista distrital escolhida e votada, foi manifestamente da sua responsabilidade, a clara derrota em 9 dos 10 concelhos, foi um cartão vermelho ao Dr. Miguel Alves que é,  sem dúvida, o maior derrotado no distrito de Viana do Castelo, inclusive pela perda de representatividade do Concelho de Caminha no parlamento», pode ainda ler-se no comunicado social-democrata.

REAÇÃO DO PARTIDO SOCIALISTA

Por sua vez, o Partido Socialista fez também a leitura dos resultados das últimas legislativas e considera que que o partido não cumpriu os objectivos delineados para estas eleições. No entanto, sempre acrescenta que «a coligação de direita perdeu votos, perdeu mandatos e desceu percentualmente mas ganhou as eleições.»

Apesar de no concelho de Caminha também não ter conseguido a vitória sempre «há ilações positivas» a retirar. Assim, é referido que a força socialista neste concelho «conseguiu resistir  bem e teve um resultado bem acima da média nacional e distrital.»

Fazendo história e recuando no tempo a Comissão Política do PS de Caminha afirma que «a Direita teve o segundo pior resultado de toda sua história!»

O um novo ciclo se aproxima e no seu comunicado o PS de Caminha garante que « saberá honrar as suas responsabilidades.»

  Partilhar este artigo
Nuvem do Minho
jornalminhodigital@gmail.com
  Partilhar este artigo

Junte-se a nós todas as semanas