Sexo? Sim, mas com Orgasmo, com Guida Maria

Comunicado de Imprensa

É amanhã, pelas 21,30 horas, no Teatro Diogo Bernardes. O penúltimo espectáculo do ano de 2015 apresentado pelo Teatro Diogo Bernardes leva à cena “Sexo? Sim, mas com Orgasmo”, com Guida Maria, numa sala que se prevê mais uma vez com lotação esgotada.

“Quando estreou em Portugal, em 2010, “Sexo? Sim, mas com Orgasmo”, teve um sucesso imediato. O tema deste espectáculo é, por si só, motivo suficiente para aguçar o interesse de qualquer espectador curioso. Mas é bem mais do que isso.

“Sexo? Sim, mas com Orgasmo”, é um texto acutilante e inteligente, que analisa, sem preconceito, a importância da sexualidade vivida com prazer e sem tabus.

Composta por vários monólogos, a peça aborda temas que raramente são falados, olhos nos olhos: a virgindade, a menstruação e o aborto, são apenas alguns deles, lançados com um sorriso a que o público corresponde com sinceras gargalhadas.

Escrito por Franca Rame, Dario Fo e Jacopo Fo, nomes incontornáveis da dramaturgia italiana, “Sexo? Sim, mas com Orgasmo”, chega pela primeira vez a Portugal protagonizado com uma elegância e ousadia invulgares, pela actriz que já lhe deu corpo: Guida Maria.”

Texto Franca Rame, Dario Fo e Jacopo Fo / Tradução Rosanna Fiorella / Adaptação José Fanha / Encenação António Pires / Desenho de Luz Paulo Sabino / Música Vítor Milhanas

GOSTA DESTE CONTEÚDO?

Bilhetes à venda (5,00€) e mais informações no Teatro Diogo Bernardes, pelo telefone 258 900 414 ou pelo email teatrodb@cm-pontedelima.pt.

Para Dezembro está ainda agendado o concerto de encerramento do ano de 2015 com Os Capitães da Areia, a 12.

Contudo, 2016 promete em termos de oferta cultural, marcando a presença do Teatro Diogo Bernardes como sala de espectáculos de referência no contexto regional.

Em Janeiro, estão divulgados, até ao momento, os seguintes espectáculos: o concerto dos UHF a 8, o espectáculo de teatro “Breviário Para um Extermínio Silencioso”, pela Escola de Mulheres (Lisboa), com Carla Chambel, Isabel Medina e Roger Madureira, a 16, os concertos de Trêsporcento, a 22, do quinteto de jazz de Maria João || OGRE, a 23 e o espectáculo de teatro “BemMarMeQuer”, baseado no texto de Mia Couto, pelo Teatro Art’Imagem, em data a divulgar oportunamente, todos às 21h30.

Para Fevereiro, de entre outros, os diversificados públicos poderão apreciar distintos espectáculos: concerto comemorativo dos 25 anos da banda limiana Kamikazes; teatro “O Som e a Fúria”, de William Faulkner, pelo Teatro Mosca, com Filipe Araújo, João Cabral e Ruben Chama (actores), Catarina Correia, Margarida Costa e Inês Pedruco (bailarinas) e Ruben Jacinto (músico); concerto da Banda de Música de Ponte de Lima; concerto dos The Happy Mess; e, num mês que ainda terá outros eventos a anunciar, o espectáculo de teatro “As Cadeiras”, de Eugène Ionesco, pela Companhia de Teatro O Cão Danado, em estreia nacional em Ponte de Lima, numa co-produção com o Teatro Diogo Bernardes.

 

  Partilhar este artigo
Nuvem do Minho
jornalminhodigital@gmail.com
  Partilhar este artigo
📌 Mais do Lima

Junte-se a nós todas as semanas