Steven Rod é um dos melhores DJs do país

É monçanense e foi eleito um dos 20 melhores Djs de Portugal. O jovem, que começou cedo a passar música nos espaços nocturnos locais junta-se à lista de Ride e Vibe.
Dos 20 artistas escolhidos pelo Portal 100% DJ, 17 são eleitos por um júri e três por votação. Ao lado de nomes como Dj Ride e DJ Vibe, Steven Rod foi a escolha do júri. “É a primeira vez que entro para um top e é um reconhecimento mais importante. Estar entre os 20 melhores de Portugal é muito significativo”, referia o jovem, que começou a trabalhar na noite desde os 15 anos. Um ano depois já passava músicas nas discotecas.
Depois de ter atuado em vários palcos nacionais e internacionais, tendo este ano ido ao Qatar, Steven Rod revela que “foi sozinho que consegui chegar aqui. Tenho ajuda de promotores e o meu agente no estrangeiro que me marca datas e isso ajuda sempre, mas em Portugal sempre trabalhei sozinho e foi uma luta todos os dias. Há cada vez mais DJ e a distinção tem de ser referenciares-te no mercado e dares o teu trabalho a conhecer da melhor maneira. Estar nos melhores eventos para que o teu nome apareça nos grandes cartazes e acima de tudo fazer um bom trabalho”.
Tendo como segredo o trabalho e a procura constante dos sons do momento, Steven orgulha-se de já ter uma carreira musical e conseguir ajudar novos Dj. “Há muitos jovens monçanenses que querem entrar neste mundo e eu já tenho sugerido alguns locais”.
Nas actuações no estrangeiro faz questão de dizer que é de Monção. “Nessas actuações faço questão de dizer que sou de Monção. Eu nunca esqueço de onde vim e quem me apoiou de início. Monção ajudou-me imenso. No início podiam não acreditar muito, mas achar piada a um miúdo dentro de uma cabine e em cima de uma grade de cervejas, mas depois as pessoas começam a ficar impressionadas”, refere. Lembrando os tempos do Ninho do Pardal; Bee Bop; Pagode e Onplay, onde os responsáveis compraram material musical para o Steven. “Tive todo o apoio dos meus patrões, o Vasco Amorim e o Xavier Vaz. Foi aí que comecei a conhecer mais pessoas. A apostar nos equipamentos. Eles apostaram e compraram um bom material e ajudou-me a perfeiçoar a minha técnica. E como hoje era todos os dias a trabalhar no mesmo. Eu ia todos os dias para o Onplay para pôr música e treinar”.
A música faz parte da vida do jovem desde o início. Primeiro a precursão e agora os botões e as mesas de mistura. Depois deste “reconhecimento”, que o deixa “super feliz” quer continuar a trabalhar e um dia chegar “ao top mesmo. Vou continuar a trabalhar para um dia chegar lá”.

  Partilhar este artigo
Nuvem do Minho
cidalia_meirim_rodrigues@hotmail.com
  Partilhar este artigo

Junte-se a nós todas as semanas