Valeroso S. Silvestre em Arga de Cima

No último dia do ano civil, ao romper do dia, os pastores dirigem-se à pequenina capelinha do “Santo do Alto”, em Arga de Cima, para pedirem a bênção para os rebanhos, assim como para o gado.

Depois de rezarem a Santo Antão, S. Silvestre e Sto. António, pedem a bênção para cada res. Após as criaturas terem sido abençoadas, os pastores, ou então os agricultores, fazem a romaria em torno da capelinha, acompanhados dos animais. Após estas práticas, levam os animais para os currais.

Às 10:30 inicia a celebração de acção de graças pelos benefícios recebidos nesse ano. Após a oração, inicia a procissão com o andor de S. Silvestre. As imagens de Sto. António, Sto. Antão e S. Sebastião são levadas ao colo pelas pessoas até à Igreja.

Aí é celebrada a Eucaristia festiva, com sermão alusivo a S. Silvestre.   

PUB

(ver anexo com o programa)

GOSTA DESTE CONTEÚDO?
PUB
  Partilhar este artigo
Nuvem do Minho
  Partilhar este artigo
PUB
PUB

Junte-se a nós todas as semanas