Viana do Castelo – Constituída arguida por maus-tratos a animais de companhia

Arcos de Valdevez

O Comando Territorial de Viana do Castelo, através do Núcleo de Proteção Ambiental (NPA) de Viana do Castelo, no dia 11 de novembro, constituiu arguida uma mulher de 36 anos por maus-tratos a animais de companhia, no concelho de Viana do Castelo.

No âmbito de uma denúncia apresentada através da Linha SOS Ambiente e Território relacionada com maus-tratos a animais de companhia, os elementos do NPA deslocaram-se de imediato para o local onde constataram a existência de um canídeo, de porte médio, em estado de subnutrição e apresentava feridas em algumas partes do corpo. Foi ainda possível apurar que o canídeo não estava identificado eletronicamente (chip), que não possuía vacinação antirrábica obrigatória e que não estava registado.

A suspeita foi constituída arguida e os factos foram comunicados ao Tribunal de Judicial de Viana do Castelo.

A ação contou com o apoio da médica veterinária da Câmara Municipal de Viana do Castelo, tendo o canídeo sido recolhido para o canil intermunicipal para avaliação.

A Guarda Nacional Republicana, através do Serviço da Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA), tem como preocupação diária a proteção dos animais, apelando à denúncia de eventuais situações de maus-tratos ou abandono. Para o efeito, poderá ser utilizada a Linha SOS Ambiente e Território (808 200 520) funcionando em permanência para a denúncia de infrações ou esclarecimento de dúvidas.

Nuvem do Minho
  Partilhar este artigo