UNIMINHO canalizará relações dos Municípios transfronteiriços com Gas Fenosa sobre barragem da Frieira

Reunião de trabalho

UNIMINHO canalizará relações dos Municípios transfronteiriços com Gas Fenosa sobre barragem da Frieira

Pretende-se assinar um acordo de colaboração para que a elétrica facilite dados da sua atividade em tempo real e apoie a realização de estudos sobre o ecossistema do Minho.

Representantes da associação luso-galaica reuniram-se com diretores da secção hidroelétrica, que deram a conhecer in loco a barragem.

 

PUB

A UNIMINHO – Associação Transfronteiriça do Vale do Minho vai canalizar as relações deste território transfronteiriço com a empresa Gás Natural Fenosa para os assuntos relacionados com a barragem de Frieira. Pretende-se assinar um acordo de parceria para que a elétrica forneça, de forma periódica, dados diretamente ao organismo galaico-português e apoie a realização de estudos sobre o ecossistema do Minho que é afetado pela sua atividade. A finalidade é abrir uma via de comunicação direta para resolver os problemas que possam apresentar e que preocupam as autarquias locais e associações ambientais.

Até à data, a Gas Natural Fenosa não mantinha nenhum tipo de contacto bilateral com os concelhos de Crescente, Arbo, As Neves, Salvaterra, Tui, Tomiño, O Rosal e A Guarda pela parte espanhola e Melgaço, Monção, Valença, Vila Nova de Cerveira e Caminha pela parte portuguesa. Aquela empresa não transmitia informações sobre mudanças de volume nem tão pouco de outras incidências próprias da atuação da barragem no caudal do rio. Assumindo o papel de intermediário, a UNIMINHO poderá agilizar a resolução de dúvidas municipais e possíveis contratempos devido à existência de uma ‘linha direta’ de contacto.

GOSTA DESTE CONTEÚDO?

Graças a este acordo, existe ainda a possibilidade da empresa elétrica colaborar na realização de estudos sobre o ecossistema do rio Minho para assim minimizar os potenciais riscos. De facto, em várias ocasiões, as associações de pescadores têm solicitado aos municípios e às demais autoridades competentes na matéria a elaboração de pesquisas por possíveis ameaças ao meio.

 

PUB

VISITA À BARRAGEM

O princípio de acordo para esta parceria futura entre UNIMINHO e a Gas Natural Fenosa ficou estabelecido durante o encontro realizado esta quarta-feira, 03 de fevereiro, tendo a direção da UNIMINHO sido representada pelos autarcas de Melgaço e de Vila Nova de Cerveira, Manoel Batista e Fernando Nogueira, e pelo deputado de Cooperação Transfronteiriça da Deputação de Pontevedra, Uxío Benítez.

Esta reunião serviu para os representantes da associação luso-galaica conhecerem a barragem e os trabalhos de gestão para a manutenção das condições ambientais exigidas pelas administrações. Neste sentido, os diretores da secção hidroelétrica daquela companhia confirmaram que o regime de funcionamento de Frieira e Frieira CE (caudal ecológico) cumpre as condicionantes ambientais que regem as instalações.

PUB

A barragem de Frieira tinha, até há alguns anos, um ‘teleférico’ para que os salmões e demais espécies pudessem subir o rio. Também se projetou outra estrutura que não foi aceite pela Junta de Galiza e que se tornou um capturadeiro em que chegam a recolher até uma tonelada de enguia por cada temporada de pesca, segundo os dados da Gás Natural Fenosa.

Nas próximas semanas, representantes de UNIMINHO e da Gas Natural Fenosa vão realizar novos encontros para concretizar e traduzir o acordo de cooperação.

PUB
  Partilhar este artigo
Nuvem do Minho
  Partilhar este artigo
PUB
PUB

Junte-se a nós todas as semanas