Cláudia Marinho apresentou Proposta de áreas de prática desportiva /Playground que considera inclusivo

Desporto é inclusivo

A vereadora na autarquia vianense apresentou sugestões na área do desporto. Mas não se ficou por aqui…

 

«Apesar da representatividade da CDU nestes órgãos ser em minoria, esta não implica que se baixem os braços, muito pelo contrário, é com propostas concretas, com questões concertadas e no contacto direto com a população, que a CDU propõe o seu Plano de Atividades Anual a este executivo, que espelha por um lado o que muito mais deve ser feito e por outro, que a eleição de representantes da CDU é de grande responsabilidade e de um compromisso que deve ser honrado».

Para a vereadora «Dentro de uma serie de ações propostas, apresentadas este ano e em anos anteriores, (inclusive no Conselho Municipal da Juventude), gostaria de destacar, algumas delas relacionadas com a pratica da atividade física e do desporto.  A criação do tão ansiado SkateparK, a criação de campos para a pratica da modalidade de Basquetebol 3X3. Continuamos a considerar a sua importância e o seu interesse, para quem pratica as modalidades e para aficionados da mesma».  

 

O Desporto «detém um papel fulcral na nossa sociedade e contribui de forma inabalável para o seu desenvolvimento. Ainda sou do tempo em que brincava na rua e o convívio entre amigos e a criação de laços representativos passava pelas atividades desportivas» e, no seu entender «atualmente é raro vermos crianças a brincar nas ruas, e a rua como espaço criativo é importante e fundamental para as nossas crianças. As emoções que tendem a ser cada vez mais escassas podem e devem ser trabalhadas através do desporto e da atividade física, são estas que nos ensinam a trabalhar as diferenças, a persistência o respeito pelo outro e o espirito de que somos um coletivo e não elementos isolados neste mundo globalizante. As cidades, vilas e as aldeias devem ser espaços impulsionadores na promoção e criação destes espaços e os seus representantes deverão ser atores/atrizes e deter o papel principal no saber ouvir e no saber proporcionar alternativas».  

GOSTA DESTE CONTEÚDO?

  

Falando do skate «posso dizer que este tem um enorme potencial como desporto urbano de inclusão, pois pode ser praticável por todas as classes sociais, fomenta o espírito de grupo e de socialização. Estes espaços são apreciados como momentos de pratica, aquisição de maior competência técnica, aperfeiçoamento da modalidade, convívio entre pares. Promove e facilita o convívio entre gerações (modalidade praticada por pessoas de diversas idades), impulsiona a amizade, liberdade e a igualdade. Os skateparks fomentam comunidades saudáveis. Para além de todas estas componentes mais socioeducativas, esta modalidade não acarreta grandes custos, na aquisição do equipamento e nem na sua logística».

 

Basquetebol 3X3

 

O basquetebol foi outra área desportiva abordada por Cláudia Marinho, considerando que «é uma variante do basquetebol desenvolvida em campos exteriores de asfalto. Com mais de 250 milhões de jogadores por todo o mundo está entre os desportos recreativos mais jogados no Mundo. O 3×3 tornou-se um motor essencial do desenvolvimento do basquetebol. Esta variante do desporto está atualmente a ser promovida pelo corpo governamental a nível mundial, a FIBA». E, historiando esta modalidade, recordou que esta «fez a sua estreia competitiva mundial nas Olimpíadas da Juventude de 2010, em Singapura. Uma das novidades na das Olimpíadas de Tóquio, em 2020, será o basquete 3×3 como modalidade olímpica».

 

«No quadro do Programa Nacional de Promoção do Basquetebol a Federação Portuguesa de Basquetebol, promove incentivos dirigidos aos municípios. Uma das medidas é o “3×3 “BASKETART LEVAR O BASQUETEBOL MAIS LONGE” que consiste em desafiar todos os Municípios do País a constituir-se como parceiros da FPB no combate ao sedentarismo e promoção de hábitos saudáveis de vida dos seus habitantes através da prática informal do basquetebol, num segmento da modalidade mais simples de colher a adesão e participação de todos». A autarca reforça que «trata-se de um jogo a desenvolver num cenário exterior e urbano, decorado segundo um padrão de street art (por ex. com pinturas em graffiti) executado preferencialmente por artistas locais».

Defende que essa vertente desportiva «facilita o acesso das populações a modos de vida saudável, estimulando uma regular prática desportiva em particular através da prática do basquetebol, dotando todos os Municípios de meios físicos, técnicos e humanos adequados para prestar uma resposta de qualidade às expectativas dos seus munícipes no que concerne à qualidade e diversidade das respostas desportivas em articulação com a arte urbana e num exercício solidário de promoção de outros talentos artísticos locais».

 

Sublinha, ainda, que «face ao apresentado, propomos que seja apreciada a proposta da CDU, na componente destinada ao espaço para a criação de áreas de prática desportiva /Playground em Viana do Castelo e que a mesma seja definitivamente concretizada, para que os jovens e os menos jovens, possam usufrui de um local especifico para a pratica de modalidades desportivas, com condições técnicas, tal como acontece, com qualquer outra modalidade de carácter desportivo». 

 

“O desporto é muito mais que saúde e bem-estar e lazer. O Desporto é educação» – concluiu a vereadora da CDU na última reunião do Executivo Municipal.

 

Pontos apresentados em reunião de Câmara ela CDU antes da ordem do dia

 

  1. Proposta da CDU sobre a criação de zonas de prática desportiva/Playground. 
  2. Referência à não aprovação da eliminação das Scuts na A28 em particular o pórtico do Neiva. Com a certeza que o sr. Presidente corrobora com a mesma insatisfação que a CDU perante a inércia de alguns deputados dos grupos parlamentares (PS e PSD) ao absterem-se ou votando contra sobre esta proposta e petição apresentada pela CEVAL. 
  3. Problemas na emissão de faturas da água pela empresa ADM, com atrasos no envio para os munícipes; referência por pagamento multibanco incorreta com prazos limites de pagamento até ao dia 27 do corrente mês.
  4. Situação da obra de acesso ao porto de mar como decorre visto existirem boatos de processo de insolvência da empresa detentora da obra.
  5. Para quando a mudança definitiva da feira da Meadela para o antigo espaço (Praça vale do Lima)     

 

A Vereadora da CDU – Claudia Marinho – 27 de fevereiro de 2020

  Partilhar este artigo
Nuvem do Minho
jornalminhodigital@gmail.com
  Partilhar este artigo
📌 Mais de Viana

Junte-se a nós todas as semanas