Impunidade ou gozo?

Os prevaricadores e os defensores de prevaricações e promiscuidades, não podem continuar  impunes!

Não podem continuar a fazer que nada se passa, como realmente passa!

Os Portugueses são cada vez mais exigentes com aqueles que ocupam cargos públicos!

O PR Professor Marcelo Rebelo de Sousa não tem feito outra coisa que fazer avisos à “navegação” do governo e dos grupos parlamentares da AR! Mas, ainda não ouvi ninguém a pedir a devolução aqueles que obtiveram vantagens económicas, sem ética e até violando a lei!

A triste realidade está à vista de todos nós!

Depressa se dispensou o escrutínio aos atuais políticos em funções! Pois, em nada engrandece a nossa democracia, pelo contrário, adoece-a cada vez mais!

GOSTA DESTE CONTEÚDO?

Os Portugueses já não toleram que os seus impostos paguem despesas desnecessárias e sem qualquer responsabilidade ou esclarecimento público, nem que sejam para o Papa!

Deixo uma expressão que deve de ser refletida por todos nós, para que a transparência na nossa democracia habite!  “quem não deve não teme”

O que ainda não sabemos é se realmente compravam e executaram, pois ainda não temos mecanismos para tal, talvez se devesse chamar o SIS, para este efeito. A Polícia Judiciária investiga e apanha estas pessoas que ardilosamente têm escapado à punição!

O que sabemos é que os prejuízos no final do ano são certos e os municípios acionistas terão que injetar mais dinheiro. Será esta uma boa gestão?

As portuguesas/es sabem bem que estão por sua conta, porque aos problemas de uma governação corrente associou-se a crise de confiança nos políticos que nos têm governado!

Os preços das casas têm aumentado dia para dia, bem como o custo de vida, mas o governo tem a obrigação de por um teto máximo nestes colossais aumentos, nomeadamente nas rendas para os jovens são estes os mais penalizados, com esta injustiça!

Os impostos são muitos sobre as famílias e empresas, não se verificam melhorias, apenas promessas e mais promessas da sua redução!

O ano 2023 tem ficado marcado com muitos factos negativos, até o Banco de Portugal está a perder dinheiro!

Os bancos continuam a cobrar comissões abusivas!

O desemprego infelizmente aumenta dia para dia, mas na “fábrica” das narrativas de propaganda, não! É tudo um mar de rosas sem espinhos!

O índice de pobreza não para de subir, esta é uma realidade!

Portugal precisa de ser mais transparente para o exterior e para o interior, não é fazendo passar a imagem de mais transparente a estes, cito Júlio César “A mulher de César não basta ser honesta, deve parecer honesta!”

uximata@gmail.com
  Partilhar este artigo

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *