Actividade operacional semanal da GNR no território nacional

Logotipo GNR telemóveis

A Guarda Nacional Republicana, para além da sua actividade operacional diária, levou a efeito um conjunto de operações, em todo o território nacional, entre os dias 30 de dezembro de 2022 e 5 de janeiro de 2023.

Visaram, não só a prevenção e o combate à criminalidade e à sinistralidade rodoviária, como também a fiscalização de diversas matérias de âmbito contraordenacional, registando-se os seguintes dados operacionais provisórios:

 

  1. Detenções: 607 detidos em flagrante delito, destacando-se:
  • 305 por condução sob o efeito do álcool;
  • 150 por condução sem habilitação legal;
  • 50 por tráfico de estupefacientes;
  • 16 por furto;
  • Dez por posse de armas proibidas;
  • Quatro por violência doméstica.

 

  1. Apreensões:
  • 2 894 doses de haxixe;
  • 175 doses de liamba;
  • 19 doses de canábis em óleo;
  • 640 doses de heroína;
  • 80 doses de cocaína;
  • 94 doses de MDMA;
  • Cinco comprimidos de MDMA;
  • Nove comprimido de Anfetaminas;
  • Um selo de LSD;
  • 21 armas de fogo;
  • 15 armas brancas ou proibidas;
  • 681 munições de diversos calibres;
  • 22 veículos;
  • 1 966 euros em numerário.

 

  1. Trânsito:

Fiscalização: 9 360 infrações detetadas, destacando-se:

  • 3 114 excessos de velocidade;
  • 780  por falta de inspeção periódica obrigatória;
  • 403 por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças;
  • 360 por condução com taxa de álcool no sangue superior ao permitido por lei;
  • 306 por falta de seguro de responsabilidade civil;
  • 259 relacionadas com anomalias nos sistemas de iluminação e sinalização;
  • 242 por uso indevido do telemóvel no exercício da condução;
  • 203 relacionadas com tacógrafos.

 

  Partilhar este artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Nuvem do Minho
jornalminhodigital@gmail.com
  Partilhar este artigo

Amorzito - a maior comunidade de encontros, relacionamento e namoro na língua portuguesa