Bloco de Esquerda defende internalização de serviços e requalificação da ULSAM

O Bloco de Esquerda reuniu-se com o conselho de administração da Unidade Local de Saúde do Alto Minho (ULSAM), para debater sobre questões cruciais que afetam o funcionamento e a qualidade dos serviços de saúde na região.


Um dos pontos centrais discutidos foi a preocupação da concessão do serviço de imagiologia a entidades privadas, acompanhada pelo aumento significativo de custos. O Bloco de Esquerda reforçou a urgência de cumprir a Lei de Bases da Saúde, enfatizando a necessidade premente de internalizar serviços como radiologia, garantindo assim uma gestão mais eficiente e justa dos recursos disponíveis.

Ao longo do encontro, foram destacadas diversas áreas que necessitam de intervenção imediata, como a requalificação do Hospital de Santa Luzia. Pontos sensíveis, como a persistência da urgência pediátrica em condições inadequadas, foram colocados sob os holofotes como evidências da urgência de investimentos em infraestrutura e recursos humanos. Além disso, o Bloco de Esquerda salientou a necessidade de expandir as redes de Cuidados Continuados e de Cuidados Paliativos como um passo essencial para garantir um sistema de saúde abrangente e eficaz.

Perante estas preocupações, a nova administração da ULSAM reconheceu a necessidade de medidas urgentes para melhorar as condições e a acessibilidade dos serviços de saúde na região. O Bloco de Esquerda reafirmou o seu compromisso em defender os interesses da comunidade, exigindo ações concretas para assegurar um sistema de saúde público de qualidade e acessível a todos os cidadãos.

PUB
PUB
  Partilhar este artigo

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

geral@minhodigital.pt

  Partilhar

PUB
📌 Mais de Viana
PUB

Junte-se a nós todas as semanas