Festival Percursos da Música 2015 – Programação este fim de semana

Comunicado de Imprensa
Cartaz

A programação deste fim-de-semana do Festival Percursos da Música, com início hoje pelas 22h00, com um dos momentos que se espera marcante, tendo em consideração os currículos dos intervenientes e o projecto que os stp|Trio (saxofone, trombone e piano), “um ensemble pouco dado a fronteiras estilísticas”, trazem a Ponte de Lima. Cultivam uma personalidade musical própria procurando assim criar uma sonoridade única e vanguardista.

A sua peculiar formação permite uma grande flexibilidade sonora e única, que deixa espaço para os vários compositores darem largas à sua vertente criativa. Daniel Schnyder foi o ponto de partida, por ser pioneiro a conceber algumas obras para esta formação, música esta sem estilo definido, por abranger tanto clássico, jazz ou funk…

O Trio propõe uma diversidade de música que vai desde Schnyder, Jorge Prendas, Paulo Perfeito a Telmo Marques passando por adaptações de grupos jazz/pop/rock.

Opcionalmente, este trio conta com a colaboração do Gonçalo Tarquínio na criação de projecções de vídeo, que de alguma forma completam o carácter descritivo da música.”

Para sábado estão reservados dois excelentes momentos musicais.

Ao final da tarde, pelas 18h00, no Largo da Alegria (Além da Ponte), em Arcozelo, o Recital de Oboé e Piano, a cargo de David Costa e Pedro Ferro, “amigos desde os tempos em que eram alunos da Escola de Música do Conservatório Nacional de Lisboa. Esta amizade, à qual acresce a paixão de ambos pela música, foram os principais impulsionadores deste novo projecto, no qual propõem não só a partilha de sentimentos e sensações através da música, como a criação de momentos de interacção com o público, enquadrando-o no que ouviu ou irá ouvir. A estreia deste projecto deu-se no início de 2015, na Ericeira, alcançando de imediato um enorme sucesso, fruto da emotividade das suas interpretações e da sua capacidade de comunicar com o público, assente numa qualidade técnica e artística que resulta da já grande experiência destes dois músicos.

Ambos têm formação superior realizada inteiramente em Portugal, comprovando que a excelência também se adquire neste país que, embora pequeno, é artisticamente grande, como também confirmam as obras de compositores portugueses incluídas neste projecto.”

David Costa nasceu e vive em Lisboa com a sua mulher e três filhas. Iniciou os seus estudos musicais com 5 anos de idade, tendo concluído a Licenciatura em Oboé da Escola Superior de Música de Lisboa (ESML) com média de 16 valores. Em Música da Câmara, com a Profª. Olga Prats (3º ano da ESML), obteve a classificação de 20 valores.

Completou os seus estudos frequentando vários masterclasses com oboístas como Andreas Wittmann, Hänsjorg Schellenberger, Ernest Rombout, Christian Wetzel, Washington Barella e Omar Zoboli.

Profissionalmente colaborou com a Orquestra Filarmonia das Beiras, Orquestra Gulbenkian, a Orquestra de Câmara de Cascais e Oeiras tendo trabalhado com maestros como Christopher Bochmann, Manuel Ivo Cruz, Michael Zilm, Michel Corboz, Lawrence Foster, Joana Carneiro, Vasco Pearce de Azevedo, Paavo Järvi, Günther Herbig, Gustavo Dudamel, Pedro Carneiro, entre outros.

É professor de Oboé no Instituto de Música Vitorino Matono na Academia de Música de Almada e no Conservatório das Caldas da Rainha.

Pedro Ferro iniciou os seus estudos musicais aos quatro anos com o seu pai, João Maurílio.

 

Aos 6 anos integra a classe particular de piano da professora Maria Fernanda Chichorro, tendo prosseguido os seus estudos musicais no Conservatório Nacional de Lisboa na classe de piano da professora Melina Rebelo, onde concluiu em 2000, com a classificação máxima, o Curso Complementar de Piano. Nesse mesmo ano ingressa na Escola Superior de Música de Lisboa, onde termina a Licenciatura em Música/Piano na classe da professora Tânia Achot e Música de Câmara com a professora Olga Prats.

No ano de 2012, conclui o Mestrado em Interpretação/Piano na Universidade de Évora, com a classificação de 19 valores, sob a orientação do pianista António Rosado e do Prof. Dr. Christopher Bochmann. Realizou cursos e master-classes com Helena Sá e Costa, Paul Badura-Skoda, Pedro Burmester, Sequeira Costa, Vladimir Viardo, Francisco Sassetti e Maria João Pires.

Apresentou-se como solista com a Orquestra da Escola Superior Música de Lisboa, sob a direcção do Maestro Vasco Pearce de Azevedo, tendo realizado concertos no Palácio Nacional da Ajuda e no Teatro Municipal de Almada (Teatro Azul) em Março de 2008.

Pedro Ferro é professor de piano no Instituto Gregoriano de Lisboa desde o ano de 2009.

Para a noite do dia 4 de Julhoestá reservado o único espectáculo a levar a efeito portas adentro, mais precisamente, no Teatro Diogo Bernardes, às 22h00 – a Ópera “A Querela dos Grilos” + “Semana Profana”, pelo Quarteto Contratempus.

Ficha Técnica: Encenação – António Durães / Soprano – Teresa Nunes / Barítono – Job Tomé / Clarinete – Crispim Luz / Violoncelo – Susana Lima / Piano – Brenda Hermida / Desenho de Luz – Mariana Figueroa / Figurinos – Inês Mariana Moitas.

Aconselhamos que acompanhem todos os detalhes dos concertos, recitais e demais espectáculos, sobretudo currículos, resumos, imagens, vídeos e programas e/ou alinhamentos a executar, no evento criado no facebook: https://www.facebook.com/events/846202535428049/ ou em https://www.facebook.com/teatro.diogo.bernardes – página oficial do Teatro Diogo Bernardes, em Ponte de Lima.

Todas as informações podem ser obtidas pelo telefone 258 900 414 ou pelo email teatrodb@cm-pontedelima.pt.

 

 

  Partilhar este artigo
Nuvem do Minho
notadeimprensa@minhodigital.pt
  Partilhar este artigo
📌 Mais do Lima

Amorzito - a maior comunidade de encontros, relacionamento e namoro na língua portuguesa