Mudras: A cura pelos seus dedos

dedos1

Quando falamos em yoga, a maioria das pessoas imagina alguém sentado em posição de lótus, com as mãos sobre os joelhos e os dedos indicador e polegar juntos. Esta posição do dedo é um “Mudra” e, assim como pontos de pressão de acupultura, as posições dos mudras podem afectar nosso estado físico e emocional.     

Os mudras são conhecidos no Oriente há milhares de anos, não só no que se refere à meditação e yoga, mas também como   parte de tratamentos contra doenças físicas e mentais. Às vezes, nós nos colocamos em posições de mudras sem mesmo percebermos, pois há centenas de variedades de deles, incluindo a cabeça, mãos e corpo, cada um correspondendo a uma doença diferente. Esta lista irá mostrar os 10 mudras mais fáceis de fazer em qualquer lugar ou hora. Você apenas tem que escolher o que   corresponde ao seu problema e praticá-lo por alguns dias até se sentir   melhor.

Note que não há necessidade de aplicar pressão sobre os dedos. Execute estes exercícios com ambas as mãos   simultaneamente, de preferência sentado.

1.   Mudra Gyan (Conhecimento)

A ponta do dedo indicador toca a ponta do polegar, enquanto os outros dedos permanecem rectos.

GOSTA DESTE CONTEÚDO?

Objectivo: Este mudra estimula a glândula pituitária, que controla os ciclos do metabolismo e do sono. O Gyan ajuda a melhorar a sua memória, evitar a insónia, proporciona clareza de espírito e pode ajudar a prevenir a demência.

Faça este mudra por 30 a 45 minutos todos os dias, ou por 10 a 15 minutos três vezes por dia.

2.   Mudra Prithvi (Terra)

A ponta do polegar toca a ponta do dedo   anelar, enquanto os outros dedos permanecem rectos.

Objetivo: Prithvi ajuda com   deficiências físicas e mentais, impede a apatia crónica, fornece um impulso de energia e reduz os sintomas da osteoporose. Outras vantagens incluem a prevenção de pele seca, erupção cutânea, envelhecimento, perda de cabelo, e até mesmo úlceras estomacais.

Faça este mudra por 30 a 45 minutos todos os   dias, ou por 10 a 15 minutos três vezes por dia.

 3.   Mudra Varuna (Água) 

A   ponta do dedo mindinho toca a ponta do polegar, enquanto os outros dedos permanecem retos.

Objectivo: Veruna ajuda a manter o estado   de equilíbrio da mente e dos fluidos corporais (evitam que os olhos, boca, sistema digestivo e pele sequem). Este mudra também ajuda a parar cólicas e prisão de ventre, bem como regular o ciclo menstrual e outras irregularidades hormonais nas mulheres. Além de todos esses benefícios, ele pode evitar a degradação das articulações, a anemia e até mesmo melhorar o seu sentido do paladar.

Faça este mudra por 45 minutos todos os dias, ou por 15 minutos 3 vezes por dia. Evite-o se estiver sofrendo de retenção de   líquidos.

 4.   Mudra Vayu (Ar)

O polegar pressiona o dedo indicador, enquanto os outros dedos permanecem retos.

Objetivo: Vayu ajuda a reduzir o stress e a ansiedade, bem como a intensidade de sua voz. Ajuda na tomada de decisões e gestão de impaciência, timidez, ansiedade, soluços, dores, tonturas e até nos sintomas de Parkinson.

Faça este mudra por 30 a 45 minutos todos os dias, ou por 10 a 15 minutos três vezes por dia.

5.   Mudra Shunya (Vazio) 

O polegar pressiona o dedo do meio, enquanto os outros dedos permanecem rectos.

Objectivo: Shunya é eficaz em casos de dores de ouvido e inspira confiança. Esta posição também previne a sensação  de vazio, zumbido e até tonturas.

Em casos de dor intensa de ouvido, tonturas ou dormência em um membro, pratique esse mudra até que o problema seja resolvido. Faça este mudra por 45 minutos todos os dias, ou por 15 minutos 3 vezes por dia. Note que os especialistas recomendam parar quando não tiver mais o problema.

6.   Mudra Surya (Sol) 

O polegar pressiona o dedo anelar, enquanto   os outros dedos permanecem rectos.

Objectivo: Este mudra ajuda a reactivar a tireóide, auxilia na perda de peso e revitaliza o sistema digestivo. Ele também ajuda a reduzir o estresse e a ansiedade, lhe mantendo focado em seus objetivos. Outro benefício do Surya é manter você quente quando está sofrendo de calafrios.

Faça este mudra por 45 minutos todos os dias, ou por 15 minutos 3 vezes por dia. Preste atenção na temperatura do seu corpo enquanto está nesta posição, e pare quando seu corpo estiver mais quente.

7.   Mudra Prana (Vida)

As pontas do dedo anelar e mindinho tocam o polegar, enquanto os outros dedos permanecem rectos.

Objectivo: Prana ajuda a fortalecer a sua mente e pode aumentar sua motivação. Também melhora a acuidade visual, reduz a fadiga e a depressão, e estimula o sistema imunológico.

Faça este mudra por 45 minutos todos os dias, ou por 15 minutos 3 vezes por dia.

 8.   Mudra Apana (Digestão) 

Os dedos médio e anelar são segurados pelo   polegar.

Objectivo: Apana ajuda a regular os rins e intestinos, estimulando a limpeza do corpo de toxinas e prevenindo a   constipação. Outros benefícios deste mudra são a prevenção de náuseas e vómitos e da sensação de queimação ao urinar. Esta posição é particularmente útil para pacientes diabéticos, pois regula os níveis de glicose no sangue.

Faça este mudra 30-45 minutos todos os dias, ou para 10 a 15 minutos três vezes por dia.

 9.   Mudra Apana Vayu (Coração) 

O dedo indicador toca a base do polegar, enquanto os dedos médio e anelar são segurados pelo polegar. O dedo mindinho é mantido recto.

Objectivo: Apana Vayu ajuda a prevenir doenças cardíacas e outros problemas relacionados com o coração. Além disso,  evita gases e azia.

Faça este mudra 30-45 minutos todos os dias, ou para 10 a 15 minutos três vezes por dia. Se você tem ou teve problemas cardíacos no passado, é altamente recomendável a prática desta posição diariamente.

 10.   Mudra Linga (Calor)

Entrelace os dedos, mantendo o polegar esquerdo em linha recta. Envolva-o com os dedos indicador direito e polegar direito, que devem tocar um no outro.

Objectivo: Linga ajuda a aumentar a temperatura do corpo e reduzir o catarro e a congestão. Ele reforça os pulmões e é especialmente eficaz nos casos de resfriado, gripe, sinusite e asma. Usa-se também para ajudar na virilidade sexual dos homens.

Não é recomendada a prática desse mudra regularmente, e sim apenas quando você está doente. Quando os sintomas desaparecerem,  pare de praticar.

  Partilhar este artigo
Nuvem do Minho

Junte-se a nós todas as semanas