Compre já a nova edição do livro MINHO CONNECTION

Ensino Jesuíta na história de Caminha

Cartaz

 Uma verdadeira aula de História que pretende recordar e relembrar a passagem do Ensino Jesuíta na vila de Caminha. Este é o objectivo do evento promovido pela Câmara Municipal de Caminha numa perspectiva de qual foi a importância deste ensino na vila.

”O Ensino Jesuíta e a Revista Brotéria entre Portugal e a Galiza” é o nome do evento científico que o município caminhense vai realizar no próximo dia 25 de Agosto e que permitirá conhecer um capítulo da História dos Jesuítas. Previstos estão conferências, exposições e cinema.

Entre 1916 e 1932, os padres portugueses da Companhia de Jesus dirigiram o Instituto Nun’ Alvares no sítio da Pasaxe (Camposancos,  A Guarda) nas margens do rio Minho, defronte de Caminha, após terem sido expulsos na sequência do 5 de Outubro e após breve passagem pela Bélgica. E foram muitos os estudantes que os seguiram: “centenas de jovens portugueses de elite, oriundos de famílias abastadas, conservadoras e católicas fizeram os seus estudos primários e secundários no Colégio da Pasaxe, como era conhecido localmente, onde cumpriam um programa pedagógico que aliava a disciplina e a rigidez de valores com a prática da ciência e a fruição desportiva e cultural – entre muitos outros, por aqui passaram figuras como António Pedro e Manoel de Oliveira», assim esclarece Paulo Bento, , historiador caminhense que será também responsável pela apresentação.

Caminha chegou , ainda que simbolicamente, a acolher a sede da administração da revista Brotéria entre os anos de 1924 e 1928.

PUB

Como já referimos, será uma verdadeira aula de História e conhecimento. Assim sendo, deixamos a todos o convite para a mesma e, também, o programa do evento:

Relação de A Guarda e da forma como os guardeses conviveram com o colégio jesuíta da Paxase. O tema estará a cargo do historiador galego José António Uris.

GOSTA DESTE CONTEÚDO?

“As Coleções científicas dos jesuítas exilados” será abordada por Francisco Malta Romeiras, investigador do Centro Interuniversitário de História das Ciências e da Tecnologia da Universidade de Lisboa. Durante o dia vai ainda falar-se da educação dos jesuítas hoje. José Manuel Martins Lopes, S. J., diretor geral do Instituto Nun’Alvares, nas Caldas da Saúde, será o orador.

No âmbito do evento será possível revisitar as “Memórias do Colégio de A Guarda (1916 – 1932)”, através de uma exposição, e ver o último filme de Manoel de Oliveira, “Visita ou Memórias e Confissões”, com apresentação de Roma Torres.

PUB

PROGRAMA:

Passagem – Pasaxe: O Ensino Jesuíta e a Revista Brotéria entre Portugal e a Galiza

Caminha, 25 agosto de 2015

PUB

Edifício dos Paços do Concelho – Teatro Municipal Valadares

17h30 – Abertura da Exposição

Memórias do Colégio de A Guarda (1916 – 1932)

Rodrigo Pita Meireles (comissário)

PUB

Economista – Consultor de Desenvolvimento Regional e Local

Biblioteca / Museu do Instituto Nun’Alvres

Apoio e cedência de espólio

18h00 – Comunicações

Caminha e o Colégio Jesuíta da Pasaxe – apontamentos

Paulo Torres Bento

Historiador, Caminha

As coleções científicas dos jesuítas exilados

Francisco Malta Romeiras

Investigador do CIUHCT, Universidade de Lisboa

A Guarda, os guardeses e o Colégio Jesuíta da Pasaxe

José António Uris

Historiador, A Guarda

A Educação dos Jesuítas Hoje

José Manuel Martins Lopes, S.J.

Diretor Geral do Instituto Nun’Alvares, Caldas da Saúde

Encerramento

Miguel Alves

Presidente da Câmara Municipal de Caminha

21h30 – Cinema

Visita ou Memórias e Confissões (1982) de Manoel de Oliveira 1982 (68 min)

Apresentação de António Roma Torres

PUB
  Partilhar este artigo
  Partilhar este artigo
PUB
PUB

Junte-se a nós todas as semanas