Fadiga mental: neurocientista Fabiano de Abreu tem teoria que relaciona a fadiga ao vício de recompensa publicada em revista científica internacional

Neurocientista Fabiano de Abreu

Teoria que relaciona a fadiga à ansiedade e a dopamina foi publicada esta semana na revista científica internacional Web Of Science and Scopus.

 

O neurocientista Fabiano de Abreu  * acaba de ver aprovada por comitê científico e publicado na Revista científica Brazilian Journal of Development uma das suas teorias. Desta vez, o estudioso mostra como o descontrole hormonal pode ter relação com transtornos de ansiedade e depressão.

 

Quantas vezes você começou a ler um texto e, antes mesmo de chegar ao final, se sentiu cansado demais para continuar a leitura? Apesar de não entender muito bem o motivo desse “cansaço”, é comum associá-lo à preguiça e ao acumular de obrigações do dia a dia. Porém, segundo o doutor em neurociências Fabiano de Abreu, com especialização em propriedades elétricas dos neurônios em Harvard, a “falta de vontade” está relacionada a uma condição genética.

 

“Ao contrário do que muitos pensam, não estamos mais cansados porque fazemos mais coisas. Na realidade, pensamos mais e fazemos menos, estamos fadigados devido a uma disfunção relacionada à ansiedade. Faltam-nos gatilhos para iniciar processos que buscam uma conclusão, fantasiamos as metas, mas não há força para iniciar”, explica.

 

A afirmação faz parte de uma teoria de Abreu, aprovada pelo Comité Científico e publicado na Revista científica Brazilian Journal of Development indexada a Qualis CAPEs B2 Brasil e indexada internacional a Web Of Siencie e Scorpus, nesta semana.

 

“A minha teoria mostra que o ser humano está burlando a sua identidade genética e, neste momento, sofre as consequências disso. Estamos “viciados” em dopamina, que é um hormônio neurotransmissor que influencia no nosso humor, está relacionado à recompensa. Estamos sempre em busca de aumentar sua produção, mas sem querer fazer esforço para alcançá-la. Esse ciclo está nos forçando a um descontrole desse hormônio ou forçando a sua produção por introdução medicamentosa. Por isso, há tantos casos de síndromes, transtornos de ansiedade, depressão, e claro, o cansaço”, explica.

 

Fabiano de Abreu reitera ainda que, além da sobrecarga mental, as consequências dessa “busca pela recompensa”, podem afetar também a parte física. 

 

“O excesso de ansiedade sobrecarrega o corpo com hormônios de estresse, como o cortisol, por exemplo. O cortisol é um regulador do estresse, já que é o hormônio responsável por manter nossa imunidade e eliminar o que tem de ruim em nosso organismo. Esse esforço constante em combater o estresse exige um gasto de energia que leva à fadiga, já que o corpo está desprovido de energia. O estresse constante leva à fadiga crônica. A ansiedade sobrecarrega o corpo, ocasionando a exaustão”, detalha.

 

“O melhor remédio para combater essa doença, que pode levar inclusive à morte prematura são os hábitos, que vão, desde a alimentação até à rotina de organização com exercício físico, metas alcançáveis, lazer, interação com outras pessoas e outros”, recomenda.

 

Fabiano é responsável por várias teorias, uma das quais esteve em voga essas semanas sobre como a internet está a deixar as novas gerações menos inteligentes. Embora o neurocientista francês Michel Desmurget tenha trazido à ribalta a temática, Fabiano de Abreu já discutiu e publicou sobre o assunto há mais de um ano, inclusive, ele também relaciona a fadiga ao acesso a internet. 

 

Pode ler o estudo em brazilianjournals.com.

  

Artigo científico: 

https://www.brazilianjournals.com/index.php/BRJD/article/view/19383

 

Biografia / Formações 

 

Neurofilósofo Fabiano de Abreu – Doutor em neurociências, psicólogo, neuropsicólogo, neuropsicanalista, neuroplasticista, psicanalista, psicopedagogo, jornalista, filósofo, nutricionista clínico, empresário e membro da Mensa, associação de pessoas mais inteligentes do mundo com sede na Inglaterra. Especialista em estudos da mente humana e pesquisador no CPAH – Centro de Pesquisas e Análises Heráclito. 

 

*

Registro e currículo como pesquisador: http://lattes.cnpq.br/1428461891222558

Registro SPN – Sociedade Portuguesa de Neurociências – 814

Registro SBNeC – Sociedade Brasileira de Neurociências e Comportamento – 6028488

Membro da FENS – Federation of European Neuroscience Societies – PT30079

https://www.doctoralia.com.br/fabiano-de-abreu/psicanalista/rio-de-janeiro

  Partilhar este artigo
Nuvem do Minho
jornalminhodigital@gmail.com
  Partilhar este artigo

Amorzito - a maior comunidade de encontros, relacionamento e namoro na língua portuguesa