Compre já a nova edição do livro MINHO CONNECTION

Press Release do PSD

Comunicado de Imprensa
Logotipo PSD Nacional

MAIORIA SOCIALISTA CHUMBA ESTACIONAMENTO GRATUITO E APROVA PROJETO COM FALHAS AMBIENTAIS

CÂMARA CONTINUA A NÃO DEFENDER OS INTERESSES DOS VIANENSES

Os vereadores do PSD apresentaram na última reunião de Câmara, ontem, 28 de Maio, uma proposta para a criação de 480 lugares de estacionamento gratuito na cidade, seguindo as orientações do programa eleitoral que deu origem ao atual mandato. 

Esta proposta visava a deslocalização do Horto Municipal para terrenos mais apropriados, apresentando duas alternativas para o mesmo: junto ao parque ecológico ou junto ao viveiro municipal (perto do Estádio Manuela Machado). Assim, seria possível, com poucos custos, recuperar uma zona da cidade para usufruto dos cidadãos. Como sabido, o estacionamento pago em Viana do Castelo é um dos maiores entraves à permanência por maiores períodos de tempo, quer de visitantes, quer de habitantes, no círculo urbano. Aliás, na zona circundante ao Horto, prolifera, frequentemente, o estacionamento desregrado, ocupando parcialmente as ruas, facto especialmente notório quando existe maior afluência a serviços religiosos e funerários. Entende o PSD que esta proposta iria solucionar estes problemas e criar maior qualidade de vida para moradores e condutores.

A maioria socialista recusou liminarmente esta solução, argumentando, de forma surpreendente, que não há necessidade de estacionamento gratuito em Viana do Castelo, pois os atuais parques pagos só têm uma ocupação média de 27%, admitindo, implicitamente, aquilo que todos sabemos: as pessoas preferem visitar locais onde sejam bem acolhidas e onde possam permanecer sem gastar, em parque, o dinheiro que deveria ser destinado ao comércio e serviços locais. 

GOSTA DESTE CONTEÚDO?

Continua, assim, Viana do Castelo refém de uma total ausência de estratégia do executivo, no que respeita à mobilidade dos habitantes e visitantes, onde, por um lado atira dinheiro às concessionárias dos parques para estimular o comércio local durante a noite, e por outro recusa-se a providenciar estacionamento gratuito aos seus cidadãos.

Noutro ponto da agenda, a maioria socialista decidiu aprovar a concessão por 30 anos para construção de um hotel de uma área verde do Cabedelo, junto à praia, com 13.400 m2, por uma renda mensal de 1.675€. O projeto admitido teve avaliação negativa em 70 pontos de critérios ambientais e é pública a oposição da Associação Ambientalista Quercus. Apesar de alertado para o facto, o executivo entende seguir para licenciamento. 

Como não poderia deixar de ser, o PSD votou contra, não só porque se há local onde os critérios ambientais devem ser absolutamente prioritários é numa concessão de um terreno dunar e arborizado, mas também porque entende, à luz do que já havia sido revelado, que se deve procurar reabilitar e regenerar o que existe, antes de retirar espaços verdes à população, pelo que apelou novamente ao executivo que aceite a sugestão de chegar a um entendimento para a recuperação do complexo hoteleiro do Luziamar. O executivo, sem surpresa, continua autista.

A Câmara Municipal de Viana do Castelo, através da sua maioria socialista, continua, como hoje, novamente, se prova, a não defender os interesses dos vianenses. Continua alheia à realidade e às necessidades do seu território, a não escutar as melhores soluções, as melhores alternativas. O PSD continuará a lutar.
 

Viana do Castelo, 29 de Maio de 2015

 

PUB
  Partilhar este artigo
  Partilhar este artigo
PUB
📌 Mais de Viana
PUB

Junte-se a nós todas as semanas