PSD e as Feiras Novas de Ponte de Lima

Comunicado de Imprensa
Logotipo PSD de Ponte de Lima

Na Assembleia Municipal de Ponte de Lima, realizada no passado dia 17 de junho, o Presidente da Câmara Municipal afirmou que o PSD defendeu em anteriores sessões deste órgão, pela boca do seu líder do grupo parlamentar, António Carvalho Martins, que “as Feiras Novas tinham que ser autossustentáveis e não carecer daquilo que é o apoio ou a subsidiação da Câmara Municipal”.

Todavia, o que de facto defendeu António Carvalho Martins, na sessão do dia 28 de abril de 2023, foi que as Feiras Novas devem tender a ser autossuficientes, tal como facilmente se pode confirmar pelas palavras proferidas na referida assembleia: “são duzentos e noventa e tal mil euros que se gastou, que a Câmara transferiu para as Feiras novas no ano 2022, acho uma verba exageradíssima e se somasse a isso tudo aquilo que a Câmara gasta com a estrutura de trabalhadores afetos às Feiras Novas, etc… não sei quanto isto poderia valer, mas acho isto uma verba exagerada e acho que devíamos pensar em, a muito curto prazo, as Feiras Novas serem autossuficientes para se poder transferir este dinheiro para áreas sociais que como ouvimos dizer aqui são determinantes e são necessárias em Ponte de Lima.”

Esta tomada de posição é corroborado pela Comissão Política do PSD de Ponte de Lima, pelo líder da bancada do PSD, António Carvalho Martins, na Assembleia Municipal e pelo vereador eleito do PSD, José Nuno Vieira de Araújo, que defendem que as Feiras Novas devem tender a ser autossuficientes.

O PSD tem, constantemente, em reuniões da Câmara Municipal através do Vereador José Nuno Vieira de Araújo apresentando reflexões e soluções para a questão da segurança e do financiamento das Feiras Novas.
Para o PSD limiano todas as receitas e despesas, bem como o protocolo com o patrocinador oficial, têm de ser transparentes e do conhecimento de todos os limianos.
Quanto ao tema das Feiras Novas, o PSD Limiano é claro, pois falam todos na mesma direção: as Feiras Novas devem tender a ser autossuficientes, tal como acontece com todas as festas e romarias que se realizam pelas 39 freguesias do concelho de Ponte de Lima.

PUB
  Partilhar este artigo

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

  Partilhar

PUB
📌 Mais do Lima
PUB

Junte-se a nós todas as semanas