Valenciana Joana Moscoso vence Prémio Europeu Bahaus

O projeto da Joana Moscoso, de Ciência em Comunidades Migrantes, na categoria «Regeneração um sentimento de pertença» foi um dos cinco vencedores na área «Campeões da Educação da Nova Bahaus Europeia».

A conquista mereceu a atribuição de um prémio monetário de 30.000 euros para iniciativas de aprendizagem e educação. O projeto da valenciana, Joana Moscoso, foi o único português a vencer o prémio Europeu de Bahaus, em que se apresentaram 1400 candidaturas dos vários estados-membros da União Europeia.

Joana Moscoso, natural de Valença, é bióloga e cofundadora, com Tatiana Correia, do projeto Native Scientists criado em Londres há 10 anos.

No início deste mês de junho, a Native Scientists e a Câmara Municipal de Valença implementaram a iniciativa “Cientista Regressa à Escola”, trazendo até às escolas básicas de Valença jovens cientistas valencianos que regressaram às suas  origens académicas e contaram as suas experiências.

PUB

A outra candidatura, a este prémio europeu, apresentada a partir de Valença, foi o projeto ‘Ponte nas Ondas’ que está a preparar o Centro do Património Imaterial Galego-Português no edifício da antiga Alfândega de Valença, em parceria com a Câmara Municipal de Valença.

Recorde-se que a Associação Cultural e Pedagógica ‘Ponte… nas Ondas!’ viu inscrito o seu trabalho no registo de boas práticas com Património Cultural Imaterial da UNESCO no XVII Comité Intergovernamental desta Instituição Internacional, que se realizou em Marrocos, numa proposta conjunta da Galiza e de Portugal.

GOSTA DESTE CONTEÚDO?
PUB
  Partilhar este artigo

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

  Partilhar

PUB
PUB

Junte-se a nós todas as semanas